Info

Bombeiro ferido em Miranda do Douro reclama melhor equipamento de proteção

Bombeiro ferido em Miranda do Douro reclama melhor equipamento de proteção
| Norte
Porto Canal

Um dos bombeiros feridos no incêndio de Miranda do Douro defendeu que deveria ser fornecido aos voluntários "melhor equipamento individual de combate às chamas, à semelhança do que acontece com a Força Especial de Bombeiros(FEB)".

"Para o desempenho da nossa missão de combate às chamas precisamos de melhor equipamento de proteção individual. Se as nossas fardas fossem melhores talvez não tivesse acontecido o que aconteceu ",disse à agência Lusa Vítor Ribeiro.

O bombeiro de 2.ª classe, com 32 anos, foi um dos cinco elementos dos voluntários de Miranda do Douro que foi atingido pelas chamas no incêndio que deflagrou em Cicouro (Miranda do Douro) no dia 01 agosto e que acabaria por vitimar um outro bombeiro, de 45 anos, da mesma cooperação.

Por outro lado, Vítor Ribeiro reclamou igual tratamento para os bombeiros voluntários à semelhança de outros bombeiros, como é caso da denominada FEB.

Vítor Ribeiro ficou ferido com queimaduras de segundo e terceiro grau, que lhe cobriam cerca de 10%, acabando por escapar com vida "à manha e à investida de um inimigo chamado fogo".

Apesar de combalido e numa situação de "baixa médica" este voluntário afirmou que não se sente "um herói da nação", mas sim "um simples bombeiro que luta no combate às chamas, quando é chamado para desempenhar a sua missão".

A mudança repentina do vento foi o que mais "baralhou" os bombeiros que, para puderem sair com vida do ponto onde se encontravam "encurralados", tentaram entrar numa zona onde o mato era mais rasteiro e mesmo assim a viatura de combate às chamas acabou por se incendiar.

"Será sempre um momento muito difícil de esquecer. Não sei como tudo aconteceu. Foi tudo muito rápido e pesou muita coisa pela minha cabeça", relembrou Vítor Ribeiro.

As feridas são visíveis, a moral um pouco em baixo. Porém, Vítor Ribeiro diz que não baixará os braços e, logo que esteja recuperado, voltará ao teatro de operações para combater o fogo, ou para outra missão que lhe seja confiada.

+ notícias: Norte

Assalto deixa escola básica de Vila do Conde sem equipamentos informáticos

A Escola Básica de Bento de Freitas, em Vila do Conde, foi hoje de madrugada assaltada, tendo sido levados equipamentos informáticos, informou à agência Lusa o presidente do Agrupamento de Escolas Frei João.

Encarregados de educação exigem reforço de funcionários na Escola Básica Manuel António Pina em Vila Nova de Gaia

Os pais da Escola Básica Manuel António Pina, em Vila Nova de Gaia, concentraram-se esta terça-feira de manhã à porta do estabelecimento de ensino. Protestam contra a falta de funcionários e estão a recolher assinaturas para fazerem chegar à Assembleia da República uma petição para alterar a lei dos rácios.

Assaltantes levam cofre com cinco mil euros de uma Associação em Paredes

Um grupo de assaltantes levou, esta terça-feira de manhã, um cofre com cerca de cinco mil euros, documentos e outros bens da Casa do Povo de Sobreira, em Paredes, apurou o Porto Canal com fonte da GNR.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS

N'Agenda

"Este mundo espantoso, inquieto e...

D'Mais

Hora do chá - o que é o...

N'Agenda

Pedro Abrunhosa - 'Espiritual'