Info

Centenas de peixes mortos na foz do rio Onda, Matosinhos

| Norte
Fonte: Agência Lusa

Matosinhos, 30 ago (Lusa) -- Centenas de peixes apareceram hoje mortos na foz do rio Onda, em Angeiras, Matosinhos, tendo a autarquia já alertado a Autoridade Marítima Nacional para uma descarga de esgotos presumivelmente provenientes de Vila do Conde.

De acordo com o comunicado da Câmara de Matosinhos, o alerta foi dado hoje às 07:45 pela equipa de vigilância da orla costeira da autarquia.

"A foz do rio Onda, em Angeiras, apresentava uma cor escura e acastanhada, e centenas de peixes mortos", descreve.

A Câmara de Matosinhos avança que "ao que tudo indica, a descarga de esgotos terá sido feita ainda de madrugada", sendo proveniente de 12 freguesias de Vila do Conde, na sequência de uma avaria das bombas da estação elevatória.

Naquela que foi a "descarga de esgotos mais grave alguma vez ocorrida no rio Onda", a Autoridade Marítima Nacional foi chamada local, tendo registado a ocorrência e enviado um auto para a Agência Portuguesa do Ambiente.

Desde junho de 2002 que os esgotos das freguesias de Aveleda, Mindelo, Vila Chã e Labruge estão integrados no sistema de drenagem e tratamento de águas residuais de Matosinhos, registando-se desde esse ano episódios esporádicos de descargas no rio Onda.

A autarquia recorda ainda que, em 2010, na sequência de uma descarga de esgotos semelhante, a Praia de Angeiras perdeu a Bandeira Azul.

"Apesar das avarias das duas bombas serem frequentes, a estação elevatória de Vila do Conde nunca teve qualquer tanque de retenção que impedisse a descarga direta no Rio Onda enquanto decorresse a reparação", sublinha.

JF // MSP

Lusa/fim

+ notícias: Norte

Jovem de 18 anos morre afogada no Gerês

Uma jovem de 18 anos morreu afogada, esta terça-feira, na cascata das Sete Lagoas, em Cabril, no Gerês, apurou o Porto Canal com o comandante dos Bombeiros Voluntários de Salto.

Atualizado 23-07-2019 17:50

Número de moradores do prédio Coutinho desce de nove para sete

A VianaPolis informou esta terça-feira à Lusa ter chegado a acordo com um casal que detinha um apartamento no prédio Coutinho, em Viana do Castelo, onde, segundo aquela sociedade, ainda permanecem sete pessoas em cinco frações.

Limitação de auxílio na aterragem no aeroporto do Porto obriga ao desvio de 10 voos 

10 voos tiveram que ser desviados do Aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto, na passada sexta-feira, tudo porque o aeroporto tem apenas um aparelho de auxílio à aterragem em caso de nevoeiro. Os aeroportos de Lisboa e de Faro têm dois aparelhos, isto apesar de serem cidades com muito menos dias de novoeiro do que a cidade 'invicta'. 

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.