Info

West Sea vai chegar aos 400 postos de trabalho em 2015

West Sea vai chegar aos 400 postos de trabalho em 2015
| Norte
Porto Canal

O presidente da West Sea, subconcessionária dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo (ENVC), afirmou hoje que em 2015 a empresa espera chegar aos 400 postos de trabalho, sendo que atualmente já emprega 122 trabalhadores.

"Estão aqui trabalhar 122, julgo que desses 122 cerca de 100 foram recuperados da antiga estrutura. Nós agora podemos chegar aos 400. Julgo que durante o ano de 2015 esse número poderá ser ultrapassado (...). Vamos fazer o nosso percurso, mas julgo que os 400 postos trabalho diretos serão facilmente conseguidos", afirmou.

O presidente da West Sea falava a bordo do navio Atlântida onde decorreu a assinatura do primeiro contrato de construção naval celebrado pelo grupo português desde que assumiu, em maio, a subconcessão dos terrenos e infraestruturas dos ENVC.

O contrato hoje assinado nos estaleiros entretanto subconcessionados à West Sea prevê a construção de um navio-hotel para a Douro Azul, num investimento de 12 milhões de euros.

Desde 2 de maio, a West Sea já contratou 122 trabalhadores, sendo que cerca de uma centena de funcionários foi recrutado da antiga empresa pública.

Na carteira de encomendas a empresa conta, até agora, com 22 reparações e reconversões de navios oriundos de todo o mundo.

+ notícias: Norte

Mulher retirada sem vida no rio Tâmega em Amarante

Uma mulher aparentando 50 anos foi resgatada hoje sem vida de um troço do rio Tâmega, em Amarante, disse à agência Lusa fonte do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM).

Homem morre em “acidente no recinto das obras” no Teatro Jordão em Guimarães

Um homem morreu esta manhã num "acidente no recinto das obras de requalificação" do Teatro Jordão, em Guimarães, tendo o óbito sido declarado no local "depois de manobras" de reanimação, disse à Lusa fonte dos Bombeiros Voluntários.

Homem detido em Paços de Ferreira por ameaçar de morte esposa e vizinhos

Um homem de 77 anos foi detido em Paços de Ferreira, depois de ter ameaçado de morte a mulher e uma família de vizinhos, incluindo crianças. A mulher foi protegida pelos vizinhos que conseguiram reter o agressor armado com uma caçadeira até à chegada dos militares da GNR.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.