Info

Filmes portugueses premiados em Itália

| País
Fonte: Agência Lusa

Estarreja, 05 nov (Lusa) - O Cine-Clube de Avanca anunciou hoje que dois filmes em que foi coprodutor foram distinguidos em Itália, no "The Spirits of the Earth International Film Festival" em Castello della Rovere,Turim.

A distinção irá permitir aos realizadores receberem bolsas de estudo no valor de 12 mil euros na St. John International University, universidade americana que organiza anualmente o festival, que reúne filmes "preocupados com a sustentabilidade, a ecologia e a cultura".

"Lágrimas de um Palhaço", de Cláudio Sá, em que "um velho palhaço preso na rotina procura, inesperadamente o caminho da liberdade" ganhou o Prémio de Melhor Filme de Animação, sendo o primeiro prémio que o filme recebe no estrangeiro.

O Prémio para o Melhor Filme feito por estudantes foi atribuído à curta-metragem de animação "Os Guardiões das Florestas", realizado por estudantes da Escola E/B 2.3 Bento Carqueja, de Oliveira de Azeméis.

Trata-se de um filme sobre a floresta e a sua salvaguarda, produzido ao longo do ano escolar numa oficina orientada por animadores do Cine-Clube de Avanca, em resultado da adaptação de uma obra literária de Evandro Morgado.

O Festival premiou ainda um documentário do realizador italiano Emanuele Caruso, uma ficção de Jan Sabol, da Eslováquia, e o filme "The Black Queen", de Nisvet Hrustic, da Bósnia-Herzegovina.

MSO // MSP

Lusa / Fim

+ notícias: País

Covid-19: Cem toneladas de equipamentos de proteção chegam na terça-feira

Um carregamento de cem toneladas de equipamento de proteção individual para o Serviço Nacional de Saúde contra a pandemia de covid-19 chega a Portugal na próxima terça-feira, disse hoje a responsável do Serviços Partilhados do Ministério da Saúde.

Covid-19: Pandemia deixa milhares de crianças por vacinar

A Covid-19 tem afastado os pais dos centros da saúde e tem levado a que os filhos num cumpram com o Plano Nacional de Vacinação. A Direção Geral da Saúde alerta para a importância das vacinas até, pelo menos, aos 12 meses.

Covid-19: Ovar diz sentir "muito pouco apoio" de Segurança Social e Ministério da Saúde

O presidente da Câmara de Ovar, município atualmente em estado de calamidade pública devido à pandemia Covid-19 e sujeito a cerco sanitário, disse este sábado sentir "muito pouco apoio" por parte do Instituto da Segurança Social e do Ministério da Saúde.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.