Jornal Diário Jornal das 13

PSP de Aveiro apreende 16,4 quilos de haxixe e detém 15 alegados traficantes

| Norte
Fonte: Agência Lusa

Aveiro, 18 jun (Lusa) - A PSP de Aveiro deteve 15 pessoas, com idades entre 21 e 43 anos, por suspeitas de pertencerem a um grupo organizado de tráfico de droga e apreendeu 16,4 quilos de haxixe, disse hoje à Lusa fonte policial.

De acordo com a fonte, os 15 suspeitos, 13 homens e duas mulheres, foram detidos durante uma operação policial que decorreu na passada terça-feira, cerca das 23:45, no concelho de Aveiro, onde a PSP deu cumprimento a 12 mandados de busca.

Esta operação, que envolveu os meios da Esquadra de Investigação Criminal da Divisão Policial de Aveiro, reforçada por 18 polícias da Divisão Policial de Espinho, foi o culminar de uma investigação iniciada há três anos.

No decorrer das buscas às residências situadas na freguesia de Esgueira, em Aveiro, a PSP apreendeu 16,4 quilos de haxixe, cinco automóveis, 1.905 euros, uma mesa de corte, duas facas, uma pistola de alarme, um moinho, cinco telemóveis, um taco de basebol e um bastão extensível.

Segundo a PSP, alguns dos indivíduos já se encontravam referenciados naquela polícia pela suspeita da prática deste tipo de crime.

Os detidos vão ser presentes a primeiro interrogatório judicial na quinta-feira para a eventual aplicação de medidas de coação.

JYDN // JGJ

Lusa/Fim

+ notícias: Norte

CGTP anuncia queixa ao Ministério Público de alegada “tortura psicológica” por empresa da Feira

A Confederação Geral dos Trabalhadores Portugueses (CGTP) vai apresentar queixa ao Ministério Público contra a empresa de Santa Maria da Feira que acusa de exercer "tortura psicológica" sobre uma operária reintegrada por ordem judicia.

Atualizado 22-09-2018 12:37

Colisão entre dois carros provoca um morto e um ferido grave em Gondomar

Um colisão entre dois automóveis ligeiros provocou, este sábado, uma vítima mortal e um ferido grave, na EN108, em Zebreiros, Gondomar, apurou o Porto Canal com fonte dos Bombeiros Voluntários de Valbom.

Diretor artístico do Museu de Serralves apresenta demissão

O diretor artístico do Museu de Arte Contemporânea de Serralves, João Ribas, apresentou na sexta-feira a sua demissão porque "já não tinha condições para continuar à frente da instituição", segundo disse o próprio ao jornal Público.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.