Jornal das 13 Jornal Diário Último Jornal

Partido Pró Vida quer eleger pelo menos três deputados

| Política
Porto Canal

O cabeça de lista do Partido Pró Vida (PPV) à eleições europeias, Acácio Valente, afirmou hoje “acalentar a esperança” de eleger pelo menos três deputados na votação de 25 de maio.

“Acalentamos a esperança de podermos eleger pelo menos três deputados” porque há “65% de desacreditados, sem esperança, mais as pessoas que não se revêm, mas que querem votar”, argumentou à agência Lusa o líder da lista do PPV.

Acácio Valente considerou que há portugueses que podem ver no PPV o “partido que tem um conjunto de soluções para qualquer área: a justiça, a educação”, além de uma “solução de rutura absoluta”.

“Nós apresentamo-nos às eleições com uma solução de rutura absoluta com a dinâmica cultural e politica que se está a passar”, afirmou o candidato, acrescentando que o PPV quer “revitalizar os valores, que presidiram à formação da União Europeia: solidariedade, subsidiariedade e no humanismo entre as nações”.

Acácio Valente referiu ainda que o PPV defende “organização social através da responsabilização cívica, segundo princípios da justiça, solidariedade e da paz”.

Na apresentação do programa para as europeias, o candidato do disse ainda que a “natalidade é o fator principal de desenvolvimento de qualquer economia”, citando “estudos científicos” que provam que nos “cinco mil anos de História da humanidade nunca em períodos de baixa natalidade corresponderam a períodos de prosperidade e desenvolvimento”.

“Por cada 25 mil crianças que não nasçam, por uma questão de comodidade, estamos a pôr no desemprego 25 mil professores. Estamos a pôr no desemprego pessoas que podiam estar empregadas numa Instituição Particular de Solidariedade Social e a cuidar nas creches”, disse o candidato, referindo estarem também a ser “hipotecadas as reformas”.

O PPV não quer uma “Europa federal e central, mas uma Europa das Nações e movida pelos valores humanos”.

Outras ideais repetidas na apresentação dos candidatos às instituições europeias foram a “dignidade da pessoa humana e a família como célula da sociedade para inverter o curso cultural que atira para o abismo”.

+ notícias: Política

Eduardo Vítor Rodrigues diz que fecho de balcões da CGD em Gaia está "suspenso"

O presidente da Câmara de Vila Nova de Gaia disse saber que o processo de encerramento de balcões da Caixa Geral e Depósitos (CGD) neste concelho está "suspenso", mas caso ele se concretize promete "atuar".

Costa anuncia unidade de missão para captar empresas "pós-Brexit"

O primeiro-ministro afirmou hoje que será lançada uma unidade de missão destinada a incentivar a localização de empresas em Portugal que pretendam continuar sem condicionalismos no espaço europeu após a saída do Reino Unido da União Europeia.

Rui Rio afirma que a regionalização é uma das reformas que pode revitalizar o regime político

Numa altura em que se debate a reforma da descentralização, Rui Rio afirma que é tempo de falar de regionalização. O ex-autarca do Porto falou esta terça-feira à noite, em Braga num fórum económico.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS

Imperdíveis

Casa Ermelinda Freitas em Águas...

Nota Alta

"Eu ainda não senti a...