Info

Covid-19: Escolas da ilha cabo-verdiana da Boa Vista fecham já hoje após primeiro caso

| Mundo
Porto Canal com Lusa

Praia, 20 mar 2020 (Lusa) - As escolas da Boa Vista vão fechar hoje, depois de confirmada naquela ilha o primeiro caso de covid-19 em Cabo Verde, antecipando localmente a decisão de iniciar mais cedo as férias da Páscoa, segundo decisão do Governo.

"Tendo em conta o Plano Nacional de Contingência e após resultado positivo do primeiro caso da covid-19 na ilha da Boa Vista, e sabendo que muitos pais/encarregados de educação dos nossos alunos trabalham nos hotéis, o Ministério da Educação informa que as férias escolares na ilha da Boa Visa terão início hoje", lê-se num comunicado do Governo.

Acrescenta que todas as escolas e instituições do pré-escolar da ilha da Boa Vista, uma das mais turísticas de Cabo Verde, "serão encerradas hoje, devendo todos permanecer em casa".

"A esta altura já temos elementos suficientes que permitem-nos prosseguir com a avaliação dos alunos", acrescenta o comunicado.

O Plano Nacional de Contingência acionado pelo Governo prevê, como medida preventiva da pandemia de covid-19, a antecipação do início do período de férias da Páscoa para 23 de março em todo o arquipélago. No caso das escolas da ilha da Boa Vista, o início do período de férias é já hoje.

O primeiro-ministro cabo-verdiano, Ulisses Correia e Silva, anunciou esta manhã que a ilha da Boa Vista vai ficar de quarentena até 04 de abril, após o primeiro caso de coronavírus detetado num cidadão de nacionalidade inglesa.

O chefe do Governo cabo-verdiano fez o anúncio, na cidade da Praia, após reunião do Gabinete de Crise, que preside, indicando que serão ainda reforçadas as medidas e que não haverá embarque e desembarque de passageiros na ilha.

O primeiro caso de coronavírus foi confirmando em Cabo Verde na quinta-feira à noite e trata-se de um cidadão de nacionalidade inglesa, de 62 anos, que se encontra internado no Centro de Saúde da Boa Vista com um quadro clínico estável.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da Covid-19, infetou mais de 250 mil pessoas em todo o mundo, das quais mais de 10.400 morreram.

Das pessoas infetadas, mais de 89.000 recuperaram da doença.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se já por 182 países e territórios, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

O continente europeu é aquele onde está a surgir atualmente o maior número de casos, com a Itália a tornar-se hoje o país do mundo com maior número de vítimas mortais, com 3.405 mortos em 41.035 casos.

 

PVJ (RIPE) // JH

Lusa/Fim

+ notícias: Mundo

Covid-19: Europa acelera desconfinamento

A Europa acelera hoje o desconfinamento pós-pandemia, com os países nórdicos a reabrir os bares e o Reino Unido, o segundo país do mundo com mais mortos, depois dos Estados Unidos, a reabrir as escolas primárias.

Covid-19: Trump diz estar a avaliar retomar parcialmente contribuição para a OMS

O Presidente norte-americano, Donald Trump, disse hoje que está a considerar retomar parcialmente a contribuição dos Estados Unidos para a Organização Mundial de Saúde (OMS), que suspendeu em abril.

Pelo menos 10 mortos em naufrágio no norte de Moçambique

Maputo, 03 jun 2020 (Lusa) - Pelo menos 10 pessoas morreram na sequência do naufrágio de uma embarcação na madrugada de hoje nas proximidades de Chuiba, no litoral da capital provincial de Cabo Delgado, norte de Moçambique, disse à Lusa fonte da administração local.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.