Info

OE2020: Proposta não é melhor do que os anteriores orçamentos

| Economia
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 09 jan 2020 (Lusa) - A coordenadora do BE, Catarina Martins, rejeitou hoje a ideia do primeiro-ministro de que este Orçamento do Estado é melhor do que os anteriores, questionando se a recuperação de rendimentos da última legislatura deixou também o PS sem programa.

"Um Orçamento do Estado vale pela resposta que em cada momento dá aos problemas do país, pela diferença que faz na vida das pessoas e é por isso que a proposta de Orçamento do Estado que o Governo apresenta hoje não é melhor do que os anteriores orçamentos. É sua herdeira, e ainda bem, mas nunca devemos viver só de herança", disse Catarina Martins na sua intervenção durante o debate na generalidade do Orçamento do Estado para 2020 (OE2020).

Catarina Martins contrariou assim aquilo que apelidou de "novo mantra" do Governo, de que "fez o seu melhor orçamento de sempre", ideia defendida precisamente hoje no debate pelo primeiro-ministro, António Costa.

"Façamos esse debate para além do 'slogan'. Qual é melhor orçamento? Aquele que eliminou cortes nas pensões e salários ou este que os atualiza abaixo da inflação esperada? Os salários e pensões são agora nominalmente mais altos, claro. Mas só no primeiro caso - eliminando cortes - recuperou poder de compra", contrapôs.

Para a coordenadora do BE, "quando o Governo aparece centrado no objetivo do défice e sem propor um outro horizonte compreensível para a sua estratégia orçamental planta" aquilo que considera ser uma "dúvida legítima".

"Terá a recuperação de rendimentos dos últimos quatro anos deixado, também o Partido Socialista, sem programa", questionou.

O que falta a esta proposta de orçamento, na perspetiva de Catarina Martins, "não é apenas a disponibilidade negocial, que o Governo só mostrou muito tardiamente".

"Falta-lhe resposta e estratégia para os problemas de hoje. Não chega viver do que já está feito nem celebrar o facto de não o desfazermos", avisou.

JF // ACL

Lusa/fim

+ notícias: Economia

Governo anuncia descontos nas portagens para utilizadores frequentes

A ministra da Coesão Territorial anunciou hoje, em Macedo de Cavaleiros, descontos nas portagens de sete autoestradas a partir do terceiro trimestre do ano para os "utilizadores frequentes".

Fisco dá mais um dia para validar faturas a deduzir no IRS

O Governo alargou por mais um dia, até ao final de hoje, a validação de faturas dedutíveis no IRS, decisão justificada por "constrangimentos temporários" no acesso ao portal de confirmação de faturas, segundo um aviso no Portal das Finanças.

Fectrans aponta inconformidades na aplicação do contrato coletivo e aciona formas de luta

A Federação dos Sindicatos de Transportes e Comunicações (Fectrans) apontou hoje inconformidades na aplicação do contrato coletivo do setor e do acordo de cargas e descargas, pedindo a intervenção da tutela e tendo já em vista formas de luta.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.