Info

Catalunha: "Marchas pela liberdade" começam a chegar a Barcelona para grande concentração separatista

| Mundo
Porto Canal com Lusa

Barcelona, Espanha, 18 out (Lusa) -- A primeira de seis marchas de independentistas vindos de toda a Catalunha chegou hoje pela manha a Barcelona, que esta tarde deverá assistir a uma das maiores concentrações separatistas de sempre numa região que também está em "greve geral".

As "Marchas pela liberdade" foram convocadas pelas principais associações cívicas independentistas para assinalar a sua reprovação às penas de até 13 anos de prisão decididas pelo Tribunal Supremo no início da semana pelos delitos de sedição e peculato de nove políticos catalães que dirigiram a tentativa de autodeterminação de 2017.

A primeira dessas caminhadas iniciada na terça-feira entrou na capital catalã e às 17:00 (14:00 de Lisboa) irá convergir com as restantes no Passeio de Gràcia, no centro da cidade, que já está fechado ao trânsito, assim como as avenidas em redor, à espera dessa grande concentração.

Entretanto uma greve geral que tem lugar hoje, convocada pelos sindicatos independentistas, regista uma taxa de participação de menos de 50%, segundo revelou o Governo regional, também separatista.

De acordo com a AENA (gestora dos aeroportos em Espanha) a interrupção do trabalho já teve como consequência o cancelamento de 57 voos no aeroporto internacional de Barcelona-El Prat.

Cerca de metade das lojas do centro da cidade estão abertas, mas segundo vários comerciantes disseram à agência Lusa, estão preparados para fechar assim que as ruas comecem a ter muita gente.

Os comerciantes estão particularmente receosos com o que pode acontecer depois da manifestação desta tarde, no início da noite.

Nos últimos quatro dias, grupos de jovens independentistas têm enfrentado a polícia de forma violenta nas ruas do centro da cidade, provocando estragos em montras, esplanadas, contentores e automóveis.

Centenas de independentistas convocados por uma organização chamada "Picnic pela República" bloqueou esta manhã os acessos à Sagrada Família, em Barcelona, o monumento mais conhecido da cidade.

Um navio de cruzeiro da empresa Viking Ocean Cruises com 918 passageiros que devia chegar a Barcelona no sábado decidiu atracar em Valência devido aos incidentes que estão ter lugar em Barcelona, segundo a empresa.

Os movimentos de protesto começaram na segunda-feira, depois ser conhecida a sentença contra os principais políticos catalães responsáveis pela tentativa de independência em outubro de 2017.

Os juízes decidiram condenar nove deles a penas até 13 anos de prisão por delitos de sedição e peculato.

Depois do anúncio da sentença, os independentistas têm feito cortes de estradas e de vias de caminho-de-ferro um pouco por toda a Catalunha.

Logo na noite de segunda-feira houve manifestações em redor do aeroporto internacional de Barcelona seguidas de ações de grupo violentos e na noite seguinte a mobilização mudou-se para o centro de Barcelona.

FPB // ANP

Lusa/Fim

+ notícias: Mundo

Ponte colapsa em Toulose causando a queda de camião e carro no rio

Paris, 18 nov 2019 (Lusa) - Uma ponte suspensa sobre o rio Tarn, no sul de França, colapsou hoje provocando a queda de um camião e de uma viatura ligeira, desconhecendo-se para já se há vítimas, indicaram os serviços de emergência franceses.

Hong Kong: Portugal acompanha com "cuidado e atenção" situação em Macau - MNE

Bruxelas, 20 nov 2019 (Lusa) -- O ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, disse hoje que Portugal está a acompanhar com "cuidado e atenção" a evolução da situação em Macau, no seguimento da onda de protestos violentos em Hong Kong.

Bolívia: Número de mortos em confrontos entre manifestantes e polícia sobe para seis

La Paz, 20 nov 2019 (Lusa) -- O número de mortos resultante de confrontos na Bolívia entre manifestantes e forças de segurança que queriam reabrir uma refinaria bloqueada por apoiantes do ex-Presidente Evo Morais subiu para seis, anunciou hoje o Ministério Público daquele país.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

DESCUBRA MAIS

N'Agenda

"Este mundo espantoso, inquieto e...

D'Mais

Hora do chá - o que é o...