Info

Furacão "Lorenzo" deixa mais de duas dezenas de pessoas desalojadas nos Açores

Furacão "Lorenzo" deixa mais de duas dezenas de pessoas desalojadas nos Açores
| País
Porto Canal com Lusa

O número de pessoas desalojadas nos Açores devido à passagem do furacão "Lorenzo" aumentou para 26, hoje de manhã, segundo a Proteção Civil açoriana.

"Deveu-se nomeadamente a dois fatores - umas situações em São Jorge e nas Flores, que tiveram a ver com infiltração de água nas habitações, com o levantamento das telhas, e depois temos a situação de 19 pessoas na cidade da Horta, que necessitaram ser realojadas, porque houve galgamento do mar na zona da Avenida 25 de Abril", adiantou aos jornalistas o presidente do Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores, Carlos Neves.

Também o número de ocorrências aumentou para 93, tendo a maior parte sido registada na ilha do Faial (43).

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) dos Açores declarou hoje que o período crítico do furacão "Lorenzo" decorrerá até às 09:00 da região (10:00 em Lisboa), afetando maioritariamente a ilha das Flores e do Corvo.

"O centro do furacão já passou" a oeste da ilha das Flores, e encontra-se a caminho de norte/noroeste, "com tendência a afastar-se" progressivamente da ilha do grupo ocidental, declarou a meteorologista Vanda Costa à agência Lusa, falando pouco depois das 05:30.

Para as ilhas das Flores e do Corvo (grupo Ocidental), previa-se vento sueste rodando para noroeste com rajadas na ordem dos 190 km/hora (com uma probabilidade de 40% de a rajada máxima ser superior a 200 km/h), chuva por vezes forte e ondas de sul passando a sudoeste, com altura significativa entre 10 e 15 metros. A altura máxima de onda pode atingir os 25 metros.

A rajada mais forte registada até ao momento pelo IPMA foi de 163 km/h, no Corvo.

Já para o grupo Central (Pico, São Jorge, Faial, Graciosa e Terceira) eram esperados vento sudoeste com rajadas até 160 km/h, períodos de chuva e ondas de sudoeste passando a oeste com altura significativa entre nove e 12 metros, podendo a altura máxima de onda atingir os 22 metros.

Nas ilhas do grupo Oriental - São Miguel e Santa Maria - deve haver vento sul rodando para oeste com rajadas até 100 km/h, períodos de chuva e ondas de sudoeste com altura significativa entre sete e nove metros.

+ notícias: País

Covid-19: Mais seis mortes e 232 casos confirmados em Portugal

Portugal regista hoje mais seis óbitos por covid-19, em relação a domingo, e mais 232 casos de infeção confirmados, dos quais 195 na região de Lisboa e Vale do Tejo, segundo os dados da Direção-Geral da Saúde (DGS) hoje divulgados.

Homem morre afogado numa piscina em Viseu

Um homem de 79 anos morreu hoje afogado numa piscina em Marzovelos, na cidade de Viseu, disse à agência Lusa fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro.

Portugal recebeu 39 voos do Reino Unido depois de excluído dos corredores aéreos britânicos

Portugal ficou de fora da lista dos corredores aéreos britânicos, mas isso não significa que deixe de haver voos do Reino Unido para território nacional. Só neste fim de semana aconteceram 39 voos.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.