Info

Bancários do Sul e Ilhas e do Centro chegam acordo com BCP sobre aumentos salariais

| Economia
Porto Canal com Lusa

(CORREÇÃO) Lisboa, 12 set 2019 (Lusa) - Os sindicatos dos Bancários do Sul e Ilhas (SBSI) e dos Bancários do Centro (SBC) anunciaram hoje que chegaram a acordo com a administração do BCP sobre a atualização da tabela salarial, garantindo o pagamento de retroativos relativos a 2018.

Em comunicado, o SBSI e o SBC esperam que os aumentos comecem a ser pagos já a partir de outubro e adiantam que o acordo prevê aumentos de 1,5% até ao nível 6 da tabela salarial e de 1% entre o nível 7 e o nível 20 da mesma tabela, valores que serão considerados de forma faseada relativamente ao cálculo para pagamento dos retroativos.

Assim, e até ao nível 6, os aumentos terão efeito retroativo de 0,75% a janeiro de 2018, e mais 0,75% a janeiro de 2019. Entre os níveis 7 a 20, a atualização é de 0,5% a janeiro de 2018 e de mais 0,5% em janeiro de 2019.

O mesmo acordo -- que, segundo o comunicado, foi alcançado na quarta-feira, dia 11 de setembro -- contempla ainda um aumento do subsídio de alimentação que passa para os 9,65 euros. Também aqui se prevê um faseamento no que diz respeito aos retroativos, com o subsídio a passar para os 9,50 euros com efeitos a janeiro de 2018 e para os 9,65 euros com efeitos a janeiro de 2019.

O acordo contempla ainda uma subida do subsídio de nascimento, que passa para os 750 euros com efeitos em janeiro de 2018.

Os sindicatos lembram que, apesar de o acordo já ter sido alcançado, o processo só seguirá para publicação no Boletim do Trabalho e Emprego (BTE) após deliberação dos Conselhos Gerais dos Sindicatos, que serão "convocados brevemente, de forma a permitir o processamento dos aumentos e respetivos retroativos em outubro".

Referindo que os trabalhadores do BCP não eram aumentados desde 2010, as direções do SBSI e do SBC reconhecem que estes "mereciam mais", mas assinalam que este "foi um primeiro passo".

Neste sentido, o comunicado adianta que os dois sindicatos vão começar "já a preparar a revisão do ACT em vigor", tendo recebido da administração do banco o compromisso de que se empenhará "rapidamente no processo".

No início de setembro, o Sindicato dos Bancários do Norte anunciou que tinha aceitado a proposta da Direção-geral do Emprego e das Relações do Trabalho que prevê uma atualização de 0,5% e 0,75% da tabela salarial do BCP para 2018 com efeitos retroativos a janeiro. (NOVA VERSÃO CORRIGINDO NO ÚLTIMO PARÁGRAFO O ANO A QUE SE REFERE A ATUALIZAÇÃO DA TABELA SALARIAL DO SINDICATO DOS BANCÁRIOS DO NORTE)

LT // JNM

Lusa/Fim

+ notícias: Economia

Pescadores indignados com a interdição da pesca da sardinha

Está aí um novo período de interdição da pesca da sardinha. As regras nacionais estão em linha com as orientações europeias mas os 'homens do mar' não se conformam.

SNS registou prejuízo de cerca de 848 ME em 2018, um agravamento de 502ME face a 2017

O Serviço Nacional de Saúde (SNS) registou em 2018 um prejuízo de cerca de 848 milhões de euros, um agravamento face ao ano anterior em cerca de 502 milhões de euros, segundo um relatório hoje divulgado.

Quais as prioridades para a região Norte nos próximos Fundos Comunitários?

O Parlamento Europeu quer que as negociações para o próximo quadro comunitário arranquem o mais rápido possível. Os eurodeputados vão votar esta quinta-feira uma resolução para que se chegue a um acordo sobre o orçamento do pós 2020. Em cima da mesa está um a proposta de cortes de 7% em Portugal que vão refletir-se na região Norte.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.