Info

PJ detém em Vila Real homem procurado desde 1999 por homicídio em Itália

PJ detém em Vila Real homem procurado desde 1999 por homicídio em Itália
| Norte
Porto Canal com Lusa

A Polícia Judiciária (PJ) deteve um homem, em Vila Real, que era procurado desde 1999 por ter sido condenado a 25 anos de prisão pelo crime de homicídio em Itália, anunciou esta segunda-feira esta força policial.

A Unidade de Informação de Investigação Criminal da PJ informou, em comunicado, que localizou e deteve, na passada semana, um cidadão estrangeiro, em cumprimento de um mandado de detenção europeu emitido pelas autoridades judiciárias italianas.

A polícia disse que o detido, de 56 anos, residiu em Itália, onde foi condenado a uma pena de 25 anos de prisão pelo crime de homicídio.

De acordo com a PJ, o homem "era procurado desde 1999, nunca tendo sido localizado".

A Judiciária explicou que teve conhecimento que o indivíduo poderia encontrar-se no Norte de Portugal, tendo-o localizado e detido no concelho de Vila Real.

Depois de detido, foi presente ao Tribunal da Relação de Guimarães que determinou que ficasse a aguardar os posteriores termos do processo de extradição, sujeito à medida de coação de prisão preventiva.

+ notícias: Norte

Valongo pede ao Governo "imediata proibição" de amianto no aterro em Sobrado

A Câmara de Valongo solicitou hoje ao ministro do Ambiente a "imediata proibição de receção de amianto no aterro da Recivalongo", sob pena de "legitimar a deposição" daquele resíduo num local "na iminência de ser encerrado" pelo tribunal.

Aumenta para sete o número de casos de Covid-19 na Escola Básica de Paços de Ferreira. Concelho contabiliza agora 10 casos no total

São já sete os casos de Covid-19 ligados à Escola Básica nº 2 de Paços de Ferreira, totalizando para 10 casos no concelho, apurou o Porto Canal com Alexandre Costa, presidente da Junta de Freguesia de Paços de Ferreira. 

(em atualização)

Estudante da CESPU infetada com Covid-19 leva quarenta alunos a ficar em quarentena

Uma aluna da CESPU, em Gandra, Paredes, testou positivo ao novo coronavirus e levou a que 40 estudantes que tiveram em contacto indiretamente estejam em quarentena.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.