Info

Um detido e quase dois milhões de cigarros de contrabando apreendidos em Montalegre

Um detido e quase dois milhões de cigarros de contrabando apreendidos em Montalegre
Guarda Nacional Republicana
| Norte
Porto Canal com Lusa

Uma pessoa foi detida e quase dois milhões de cigarros de contrabando apreendidos pela GNR em Montalegre (Vila Real), numa operação que envolveu buscas a um local de apoio a uma organização criminosa, foi esta segunda-feira anunciado.

Segundo a GNR, a apreensão ocorreu na passada sexta-feira, no âmbito da operação IBÉRIA, que visou a realização de buscas a um local utilizado como apoio de uma organização criminosa internacional, que o utilizava para armazenamento de tabaco produzido de forma fraudulenta e destinado a abastecer os circuitos comerciais marginais, quer em território nacional, quer noutros países europeus.

Em comunicado, a GNR refere que foram apreendidos 1.897.940 cigarros de diferentes marcas, acondicionados em cerca de 95 mil maços "que não ostentavam a estampilha fiscal exigida para a sua comercialização em território nacional" e tinham um valor comercial que ronda os 420 mil euros.

Se tivesse sido vendido ao público, lembra a GNR, "teria lesado o Estado em mais de 320 mil euros, resultante da evasão à tributação incidente em sede de Imposto Especial Sobre o Consumo de Tabaco (IT) e IVA".

Foi detido um homem, de 41 anos, que está indiciado pela prática de "um crime de introdução fraudulenta no consumo qualificado".

O detido foi presente a primeiro interrogatório, no Departamento de Investigação e Ação Penal do Porto (DIAP), mas acabou libertado mediante o pagamento de uma caução de cinco mil euros, ficando sujeito a apresentações periódicas no posto policial da sua área de residência.

A operação, da Unidade de Ação Fiscal, através do Destacamento de Ação Fiscal do Porto, contou com a colaboração da Unidade de Intervenção e o apoio das autoridades espanholas, através da Unidade Central Operativa da Guardia Civil.

+ notícias: Norte

Incêndio destrói armazém de lenha em Santa Maria da Feira

Um incêndio destruiu este domingo ao início da tarde um armazém de lenha em Santa Maria da Feira sem causar feridos mas obrigou à retirada de um idosa acamada que estava numa casa junto ao armazém, apurou o Porto Canal no local.

Metro do Porto vai retirar bancos para aumentar capacidade das carruagens

A Metro do Porto vai voltar a retirar alguns bancos para aumentar a capacidade dos veículos. Face à afluência do número de passageiros, será reduzido o número de lugares sentados em mais de 20 composições.

Atropelamento na EN13 faz uma vítima mortal em Chafé, Viana do Castelo

Uma mulher de 59 anos morreu na noite de sábado, pelas 21:15 horas, vítima de atropelamento na Estrada Nacional (EN) 13 em Chafé, Viana do Castelo, segundo fonte da GNR local.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.