Info

Acabou-se a dor de cabeça. Greve dos motoristas de matérias perigosas termina

| Economia
Porto Canal com Lusa

A greve dos motoristas de matérias perigosas terminou esta quinta-feira de manhã, depois de o sindicato e a Associação Nacional de Transportadores Rodoviários de Mercadorias (ANTRAM) terem chegado a acordo, disse à Lusa fonte do Governo.

Atualizado 19-04-2019 12:15

Segundo a mesma fonte, o acordo foi alcançado ao início da manhã.

O ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos, fará uma declaração à imprensa esta manhã, segundo uma nota da tutela.

Hoje de madrugada, depois de uma reunião de cerca de dez horas que teve início na quarta-feira e que juntou em Lisboa representantes do Governo, do Sindicato Nacional de Motoristas de Matérias Perigosas (SNMMP) e da ANTRAM, tinha sido anunciado o alargamento dos serviços mínimos a todo o país, prevendo-se a realização de 40% das operações normais de abastecimento de combustíveis.

A greve dos motoristas de matérias perigosas começou às 00:00 de segunda-feira e foi convocada pelo SNMMP, por tempo indeterminado, para reivindicar o reconhecimento da categoria profissional específica.

+ notícias: Economia

Greve dos técnicos de diagnóstico regista adesão acima dos 85%

A greve dos técnicos superiores de diagnóstico e terapêutica regista hoje uma adesão de 85% a 90% a nível nacional, chegando aos 100% em alguns serviços, disse à agência Lusa o dirigente sindical Luís Dupont.

Diferença entre ricos e pobres baixa mas Portugal ainda é dos países mais desiguais da UE

A diferença entre os que têm mais e menos rendimentos em Portugal baixou, em 2018, para 5,22 pontos, menos do que os 5,7 registados no ano anterior, sendo ainda assim o sexto país com maior desigualdades na União Europeia (UE).

Governo vai investir 20 milhões de euros nas infraestruturas da PSP da Área Metropolitana do Porto

O Governo vai investir cerca de 20 milhões para a construção e requalificação de infraestruturas da PSP na Área Metropolitana do Porto. Um anúncio feito pelo ministro da administração interna, em Vila do Conde.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS