Info

Detenção de agressores em casos de violência doméstica no Porto aumenta

Detenção de agressores em casos de violência doméstica no Porto aumenta
| Norte
Porto Canal

A detenção de agressores em casos de violência doméstica no Porto aumentou drasticamente em oito anos, passando de pouco mais de uma dezena para cerca de 300 casos, apurou o Porto Canal com fonte do Gabinete pela Igualdade e de Apoio à Vítima (GIAV) do Porto.

Segundo o coordenador do Gabinete, em 2010 foram registadas pouco mais de uma dezena de detenções de agressores, sobretudo em flagrante na prática de violência doméstica. Já em 2018, foram detidos pela Polícia de Segurança Pública (PSP) do Porto 138 agressores em flagrante e 150 pela Comarca da 'invicta' na sequência de um mandato, ou seja, no total houveram cerca de 300 detenções de agressores em casos de violência doméstica.

A fonte indicou ainda que o GIAV atendeu, de 2013 a 2018, 7400 vítimas sendo que foram registados "1800 casos em que o agressor é consumidor crónico de álcool, situações em que o agressor tem doenças mentais" e ainda "1000 vítimas de violência no namoro". Quanto a menores que fazem parte do seio familiar das vítimas, "foram sinalizadas 3700 crianças para comissões de proteção".

+ notícias: Norte

População de freguesia de Lamego queixa-se de descargas poluentes no rio Neto

A população de Cambres, em Lamego, queixa-se de descargas constantes feitas no rio Neto alegadamente por uma unidade industrial. Os habitantes locais dizem que as águas estão cada vez mais poluídas e que é cada vez mais difícil suportar o mau cheiro. A Câmara Municipal de Lamego confirma o agravamento da situação e garante que todos os casos têm sido comunicados às autoridades competentes.

Mesão Frio sem combustível há três dias

Os efeitos da greve dos motoristas de matérias perigosas faz-se sentir em Mesão Frio. O único posto de abastecimento da vila está sem combustiveis desde segunda feira e a população desespera para conseguir manter a normalidade dos serviços.

Perfurações em pedreira obriga ao corte de estrada 'vital' para a população em Guimarães

As perfurações ocorridas numa pedreira em Airão Santa Maria, Guimarães, obrigaram ao encerramento de uma estrada que a população diz ser vital para a mobilidade na freguesia. A autarquia alega razões de segurança.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS

N'Agenda

UNITE with Tomorrowland no Porto