Info

Perigo iminente de derrocada nas encostas da EN218 preocupa autarca de Vimioso

Perigo iminente de derrocada nas encostas da EN218 preocupa autarca de Vimioso
| Norte
Porto Canal com Lusa

O presidente da Câmara de Vimioso mostrou-se esta quinta-feira preocupado com "o perigo iminente" de derrocada nas encostas da EN218, que liga aquela sede de concelho à freguesia de Carção com prolongamento para a A4 e para Bragança.

"Basta que chova um bocadinho e esta estrada transforma-se numa dor de cabeça. Há o perigo iminente de derrocada de pedras de grandes dimensões, sendo comum deslocar as nossas máquinas para fazer a limpeza da via", disse à Lusa Jorge Fidalgo.

Segundo o autarca social-democrata, o troço Vimioso/Carção "não reúne as condições de segurança necessárias" para quem se desloca da sede de concelho, ou dos municípios vizinhos de Mogadouro e Miranda do Douro, para a capital de distrito, Bragança, ou para a Autoestrada Transmontana.

"A Infraestruturas de Portugal (IP) conhece esta realidade, porque ano após ano têm sido notificados e documentados com fotografias, dos acidentes e derrocadas que ocorrem neste percurso cada vez mais e de que nós tememos que estas situações tragam alguma tragédia", vincou.

Jorge Fidalgo lembra que cerca de 60 % dos alunos que estudam no Agrupamento de Escolas de Vimioso são provenientes de localidades servidas por esta estrada, "o que aumenta o grau de preocupação, já que há a circulação diária de autocarros que transportam crianças e jovens".

"Os motoristas dos autocarros de transporte de alunos ficam atormentados quanto têm de passar naquele troço da EN218", indicou o autarca.

A revindicação antiga da construção de uma nova travessia sobre o rio Maçãs, de acordo com os responsáveis autárquicos do concelho de Vimioso, poderia trazer "uma nova e segura forma de fazer este importante percurso rodoviário ".

O autarca garante que o Estudo de Impacto Ambiental (EIA) para a construção de uma nova ponte sobre o rio Maçãs, que ligue Vimioso a Carção para evitar este troço de estrada, já se encontra no sítio da internet da Agência Portuguesa do Ambiente (APA) para discussão pública.

"Espero que após terminar o prazo de consulta pública do EIA e parecer favorável se possa promover a conclusão do projeto de construção da travessia sobre o rio Maçãs. Na minha opinião, há condições reunidas para que o concurso da empreitada seja lançado em 2019, basta que haja vontade política", enfatizou.

Segundo Jorge fidalgo, a construção de uma nova ponte sobre o rio Maçãs, no concelho de Vimioso, e acessos da estrada 218 têm um investimento previsto de 20 milhões de euros.

A Lusa contactou a IP, mas até não foi possível obter esclarecimentos, até ao momento, relativos ao processo da EN218.

+ notícias: Norte

Mulher retirada sem vida no rio Tâmega em Amarante

Uma mulher aparentando 50 anos foi resgatada hoje sem vida de um troço do rio Tâmega, em Amarante, disse à agência Lusa fonte do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM).

Homem morre em “acidente no recinto das obras” no Teatro Jordão em Guimarães

Um homem morreu esta manhã num "acidente no recinto das obras de requalificação" do Teatro Jordão, em Guimarães, tendo o óbito sido declarado no local "depois de manobras" de reanimação, disse à Lusa fonte dos Bombeiros Voluntários.

Homem detido em Paços de Ferreira por ameaçar de morte esposa e vizinhos

Um homem de 77 anos foi detido em Paços de Ferreira, depois de ter ameaçado de morte a mulher e uma família de vizinhos, incluindo crianças. A mulher foi protegida pelos vizinhos que conseguiram reter o agressor armado com uma caçadeira até à chegada dos militares da GNR.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.