Info

Sobe de 26 para 35 o número de doentes isolados em Penafiel devido a bactéria

| Norte
Porto Canal com Lusa

O número de doentes isolados no Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa (CHTS), devido a uma bactéria multirresistente, aumentou de 26 para 35, situação que aquela unidade de saúde explica hoje com o "rigor acrescido" no rastreio.

"Existem neste momento em isolamento 35 doentes, sendo que destes se mantém o mesmo número de infetados, sete, e os restantes são somente portadores", refere hoje em comunicado o Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa, em Penafiel.

No domingo, o hospital revelou que 26 doentes do Hospital Padre Américo estavam em isolamento por serem portadores ou terem sido infetados pela bactéria multirresistente 'klebsiella pneumoniae carbapenemase' (KPC).

Hoje, em comunicado, o CHTS assinala que a "situação verificada na semana anterior de aparecimento da Bactéria no Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa mantém-se perfeitamente controlada" e assegura que "o aumento do número conhecido de portadores, mantendo-se controlado o número de infetados, deriva do rigor acrescido (alargamento do âmbito) colocado no rastreio".

O hospital garante que "continuam a ser rigorosamente cumpridas as orientações e protocolo emanados pela Direção-Geral da Saúde, com alargamentos de rastreio de acordo com as indicações para estes casos e daí o já previsto reconhecimento de mais alguns casos de portadores".

"Tal como referido anteriormente, e em paralelo com o trabalho de pesquisa e de isolamento definidos para o efeito, o CHTS acrescentou nova metodologia (por biologia molecular) nas análises, que realizava regularmente, de modo a permitir maior celeridade na disponibilização dos resultados junto dos profissionais que monitorizam esta situação", acrescenta.

Segundo a administração do hospital, "é comum verificar-se a existência da bactéria em questão", sem que tal seja "motivo de grande preocupação, mas sim, vigilância e acompanhamento apropriados para o efeito".

"Na maioria dos casos, quando detetados, as pessoas apenas são portadoras e não infetadas", sendo que "na comunidade hospitalar, não existindo contacto com outro tipo de infeção, a bactéria desaparece ao fim de algum tempo, motivo pelo qual, e preventivamente, os portadores são colocados em isolamento (enfermarias específicas), tal como aconteceu no CHTS".

No início da próxima semana, a administração do CHTS fará um novo ponto de situação.

+ notícias: Norte

Enfermeiros do Centro Hospitalar do Médio Ave recusam-se a fazer horas extras

Os enfermeiros do Centro Hospitalar do Médio Ave estão em protesto e recusam fazer horas extras. Em causa está a posição da unidade de saúde, relativamente ao descongelamento das carreiras.

Estudante encontrado em pijama na linha de comboio em Aveiro com lesão num pé

Um universitário de 21 anos foi encontrado hoje em pijama caído junto à linha de comboios da CP, em Aveiro, com uma lesão “gravíssima” num pé, em circunstâncias que estão ainda por esclarecer, informou fonte dos Bombeiros.

Regulador da Saúde abre inquérito a contentores pediátricos do Hospital de São João

A Entidade Reguladora da Saúde (ERS) revelou esta terça-feira à Lusa que tem em curso "um processo de inquérito" aos contentores de internamento pediátrico do Hospital de São João (HSJ), no Porto.

Atualizado 22-05-2019 11:08

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.