Jornal Diário Jornal das 13 Último Jornal

Ministério determina que todos os alunos vão a exame, com ou sem avaliação final

Ministério determina que todos os alunos vão a exame, com ou sem avaliação final
| Política
Porto Canal com Lusa

O Ministério da Educação (ME) enviou orientações às escolas a determinar a realização de provas finais e exames nacionais para todos os alunos, mesmo que ainda não tenham sido atribuídas notas internas, segundo um comunicado divulgado esta segunda-feira.

"Na eventualidade de haver alunos cujas avaliações internas não tenham sido ainda formalmente atribuídas à data em que os exames ou outras provas nacionais se realizam, garante-se que estes alunos serão condicionalmente admitidos aos mesmos", lê-se no comunicado do ME.

A tutela garante ainda que "o processo de matrículas para o ano letivo 2018-2019 não sofrerá alterações, mantendo-se o calendário que resulta do despacho das matrículas" e que "acompanha de perto este processo, de modo a assegurar o direito dos alunos à avaliação e à realização das suas provas com a desejável tranquilidade".

Os sindicatos dos professores decretaram greve às avaliações de fim de ano do ensino básico e secundário, sendo que atualmente só está em curso a paralisação convocada pelo Sindicato de Todos os Professores (S.T.O.P.), a decorrer até 15 de junho e com incidência nos conselhos de turma dos alunos em ano de provas finais e exames nacionais, pondo em causa a divulgação das avaliações internas atribuídas pelos docentes das turmas a tempo destas provas.

+ notícias: Política

CDU/Porto defende "medidas de emergência" para realojar famílias despejadas

A CDU/Porto defendeu este domingo a criação de “medidas de emergência” para realojar moradores despejados, desafiando o presidente da Câmara, Rui Moreira, a ser agora tão proativo como já foi em relação a outras matérias, como o Infarmed.

PSD questiona Governo sobre "abandono de mediação de conflitos" na Petrogal

O grupo parlamentar do PSD quer saber o motivo pelo qual o Governo “abandonou a mediação de conflitos” entre a administração da Petrogal, da Galp Energias, e os trabalhadores, que terminaram este sábado uma greve de cinco dias e meio.

Ministério da Administração Interna contraria denúncia da falta de meios dos GIPS

O Governo garante que todos os militares do GIPS, Grupo de Intervenção de Incêndios da GNR, dispõem neste momento do Equipamento de Proteção Individual completo com todos os elementos necessários ao combate aos incêndios. Esta é a resposta do Ministério da Administração Interna à denúncia da falta de meios feita por representantes militares.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.