Jornal Diário Jornal das 13 Último Jornal

Bruxelas inicia dois processos contra Portugal devido a legislação sobre nuclear

| Política
Porto Canal com Lusa

Bruxelas, 17 mai (Lusa) -- A Comissão Europeia iniciou hoje dois processos de infração contra Portugal por falhas na transposição de diretivas (leis comunitárias) sobre resíduos nucleares e sobre segurança nuclear, dando dois meses às autoridades nacionais para responder.

No caso dos resíduos nucleares, está em causa a diretiva "Combustível Irradiado e Resíduos Radioativos", que estabelece um quadro comunitário para assegurar uma gestão responsável e segura do combustível irradiado e dos resíduos radioativos, a fim de evitar impor encargos desnecessários às gerações futuras.

Bruxelas enviou cartas de notificação a Portugal e oito outros Estados-membros "por não terem transposto corretamente algumas das exigências".

No caso da nova diretiva sobre normas de segurança nuclear, a Comissão Europeia indica que enviou cartas de notificação para cumprir a Portugal e oito outros países já que os Estados-membros deveriam ter transposto as novas regras até 06 de fevereiro passado.

Apontando que "a nova diretiva moderniza e consolida a legislação europeia em matéria de proteção contra as radiações", o executivo comunitário lembra que a diretiva "estabelece normas de segurança de base para a proteção dos trabalhadores, elementos da população e pacientes contra os perigos resultantes da exposição a radiações ionizantes", incluindo ainda "disposições de preparação e resposta a situações de emergência, que foram reforçadas na sequência do acidente nuclear de Fukushima".

Em ambos os casos, Bruxelas enviou a Lisboa "cartas de notificação para cumprir", o primeiro passo de um processo de infração, e, se a resposta não for satisfatória, o executivo comunitário emitirá um "parecer fundamentado", o segundo e último passo antes de a Comissão apresentar formalmente queixa perante o Tribunal de Justiça da UE.

ACC // HB

Lusa/fim

+ notícias: Política

Carlos César reeleito presidente do PS com 96,3% dos votos

O deputado e líder parlamentar socialista Carlos César foi este sábado reeleito presidente do PS com 96,3% dos votos, anunciou a Comissão Organizadora do Congresso.

Catarina Martins diz que Governo tem de "abrir os olhos" sobre imposição de trabalho por turnos

Há "muito abuso" na imposição do trabalho por turnos em Portugal. A denúncia foi feita, na passada sexta-feira, pela coordenadora do Bloco de Esquerda, Catarina Martins, durante uma conversa com trabalhadores da cortiça. Catarina Martins diz que o Governo tem de abrir os olhos para ver a realidade.

Presidente da República afirma que "não tem posição tomada" quanto à eutanásia

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, afirmou este sábado que "não tem posição tomada" quanto aos diplomas sobre a eutanásia, realçando que não existem sequer iniciativas legislativas apreciadas pelo parlamento sobre esta matéria.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.