Jornal Diário Jornal das 13 Último Jornal

António Costa congratula-se com acordo entre Merkel e Schulz para novo Governo alemão

| Política
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 13 jan (Lusa) - O primeiro-ministro, António Costa, considerou hoje que o acordo de Governo entre a chanceler germânica, Angela Merkel, e o líder dos sociais-democratas alemães, Martin Schulz, dará "um forte impulso" para a convergência da zona euro.

Esta posição de António Costa sobre o acordo de princípio para a formação de um Governo entre os dois maiores partidos alemães, os conservadores da CDU e os sociais-democratas germânicos, foi transmitida na rede social 'twitter'.

"O acordo entre Merkel e Schulz dá um forte impulso para a convergência na zona euro e para o fortalecimento da União Europeia", escreve o primeiro-ministro português.

Na mesma mensagem, António Costa acrescenta ainda que este acordo constitui "um excelente augúrio no dia" em que o seu ministro das Finanças, Mário Centeno, "assumiu a presidência do Eurogrupo".

Na sexta-feira, os conservadores alemães liderados por Angela Merkel e os sociais-democratas de Martin Schulz anunciaram ter alcançado um acordo de princípio para a formação de uma coligação governamental, mais de três meses após as eleições legislativas.

O acordo ainda vai ser submetido à aprovação do SPD, num congresso extraordinário marcado para dia 21.

PMF (EO) // MSF

Lusa/fim

+ notícias: Política

CTT mantêm serviços em 14 localidades onde vão encerrar instalações

Os CTT pretendem avançar com 14 novos pontos de acesso em localidades onde irão encerrar instalações, cuja abertura ainda está a ser negociada com autarquias e entidades comerciais, informou hoje a empresa.

Vieira da Silva diz que "Governo não empurrou a Santa Casa para coisa nenhuma"

O ministro do Trabalho e Solidariedade disse esta quarta-feira que "o Governo não empurrou a Santa Casa para coisa nenhuma" e que o que houve foi uma "sugestão", tendo acrescentando que não há um valor definido para o eventual investimento no Montepio.

Salvador Malheiro não está preocupado com a polémica da 'carrinha' no dia das eleições do PSD

Salvador Malheiro diz que não está preocupado com o facto de alguns militantes social-democratas terem sido transportados para as urnas por uma carrinha de uma associação local. O caso foi denunciado pelo jornal online Observador, após as eleições diretas do partido. O diretor nacional de campanha de Rui Rio desvaloriza a acusação de caciquismo em Ovar.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.