Info

Euribor mantêm-se a 3, 6 e 12 meses e sobem a 9 meses

| Economia
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 14 nov (Lusa) -- As taxas Euribor mantiveram-se hoje a três, seis e 12 meses e subiram a nove meses, em relação a segunda-feira.

A Euribor a três meses, em valores negativos desde 21 de abril de 2015, voltou hoje, pela décima sessão consecutiva, a ser fixada em -0,329%, contra o atual mínimo de sempre, de -0,332%, registado pela primeira vez em 10 de abril.

A taxa Euribor a seis meses, a mais utilizada em Portugal nos créditos à habitação e que entrou em terreno negativo pela primeira vez em 06 de novembro de 2015, também se manteve hoje em -0,275%, contra -0,276%, atual mínimo de sempre, registado pela primeira vez em 30 de outubro.

A nove meses, a Euribor foi hoje fixada em -0,218%, mais 0,001 pontos do que na segunda-feira e contra o atual mínimo de sempre, de -0,224, registado pela primeira vez em 27 de outubro.

No prazo de 12 meses, a taxa Euribor, que desceu para valores abaixo de zero pela primeira vez em 05 de fevereiro de 2015, voltou a ser fixada, pela quinta sessão consecutiva, em -0,191%, atual mínimo de sempre, verificado pela primeira vez em 3 de novembro.

As Euribor são fixadas pela média das taxas às quais um conjunto de 57 bancos da zona euro está disposto a emprestar dinheiro entre si no mercado interbancário.

MC // MSF

Lusa/Fim

+ notícias: Economia

Pensões aumentam entre 0,78% e 1,5% em janeiro com base na inflação

As pensões vão aumentar entre 0,78% e 1,5% em janeiro de 2019, segundo cálculos feitos com base nos valores da inflação de novembro publicados hoje pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) e confirmados pelo Ministério do Trabalho.

Greve dos estivadores eventuais de Setúbal adia exportações de porcos para a China

A exportação de suínos portugueses para a China, cujo início estava previsto para dezembro, só deve iniciar-se em janeiro devido ao "tráfego de contentores" provocado pela greve dos estivadores eventuais de Setúbal, disse o diretor da federação de suinicultores.

Trabalhadores dos supermercados em greve na véspera de Natal

O Sindicato dos Trabalhadores do Comércio, Escritórios e Serviços de Portugal (CESP) lançou um pré-aviso de greve dos funcionários dos supermercados para o dia 24 de dezembro, véspera de Natal.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.