Jornal Diário Jornal das 13 Último Jornal

Aconselhamento agrícola e florestal passa a ter apoio de 100% das despesas até 1.500 euros

| Política
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 10 nov (Lusa) - As despesas até 1.500 euros com serviços de aconselhamento agrícola e florestal feitas a partir de 17 de outubro vão passar a ser apoiadas a 100%, segundo uma portaria publicada hoje em Diário da República.

Segundo a primeira alteração à Portaria n.º 324-A/2016, de 19 de dezembro, o nível do apoio previsto para o fornecimento de serviços de aconselhamento agrícola e florestal sobe para 100% das despesas elegíveis, até ao montante máximo de 1.500 euros por serviço de aconselhamento individual.

Esta alteração vem mudar o apoio ao fornecimento destes serviços previsto no Programa de Desenvolvimento Regional 2020 (PDR 2020), que até aqui fixava o apoio (uma subvenção não reembolsável) em 80% das despesas elegíveis, com o mesmo montante máximo.

O novo nível de apoio tem efeito desde 17 de outubro de 2017, data de submissão da reprogramação PDR 2020 à Comissão Europeia, lê-se na portaria hoje publicada em Diário da República, assinada pelo ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, Luís Manuel Capoulas Santos.

Esta alteração ocorre devido à reprogramação do Plano de Desenvolvimento Regional 2020 (PDR 2020) e visa "incentivar a adesão, por parte dos agricultores e produtores florestais, aos serviços de aconselhamento, atenta a sua importância para a melhoria do desempenho das explorações agrícolas e florestais e tendo em consideração o contexto particularmente exigente em que muitas explorações se encontram face à presente situação de seca e aos incêndios florestais verificados".

SP// ATR

Lusa/fim

+ notícias: Política

Rui Rio aponta fortalecimento da classe média como prioridade

O novo presidente do PSD, Rui Rio, apontou este domingo o fortalecimento da classe média como "o principal foco de ação" de um partido social-democrata, a par do combate à pobreza.

António Costa pede limpeza das florestas para que 2017 não se repita

O primeiro-ministro, António Costa, afirmou este sábado, em Caminha, que o trabalho de limpeza das florestas "é essencial" para prevenir os incêndios e pediu a colaboração de todos para Portugal "não voltar a ter um verão como o de 2017".

Atualizado 18-02-2018 12:43

Santana Lopes promete a Rui Rio "unidade e convergência" que nem sempre os seus apoiantes deram a Passos

Pedro Santana Lopes, candidato derrotado à liderança do PSD, prometeu este domingo a Rui Rio a "unidade e convergência" que considera que nem sempre os seus apoiantes deram ao anterior presidente, Pedro Passos Coelho.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.