Jornal Diário Jornal das 13 Último Jornal

Eurostat confirma défice de 2,0% do PIB em 2016 para Portugal

Eurostat confirma défice de 2,0% do PIB em 2016 para Portugal
| Economia
Porto Canal com Lusa

O Eurostat confirmou esta segunda-feira que o défice orçamental de Portugal ficou, em 2016, nos 2% do Produto Interno Bruto (PIB), enquanto a dívida pública (130,1% do PIB) continua a ser a terceira maior da União Europeia (UE).

Na segunda notificação para 2016 dos défices e dívidas públicos dos Estados-membros, o Eurostat confirma que o défice de Portugal foi, no ano passado, de 2% do PIB, abaixo dos 4,4% de 2015.

A dívida pública portuguesa, evoluiu no sentido contrário, tendo subido dos 128,0% em 2015 para os 130,1% em 2016.

Na zona euro, o rácio do défice público em relação ao PIB baixou na zona euro, dos 2,1% em 2015 para 1,5% em 2016, e na UE, de 2,4% para 1,7%.

A dívida pública na zona euro foi de 88,9% do PIB em 2016 (89,9% em 2015) e de 83,2% nos 28 Estados-membros (84,5% no ano anterior).

Luxemburgo (1,6%), Malta e Suécia (1,1% cada), Alemanha (0,8%), República Checa (0,7%), Grécia e Chipre (0,5%), Holanda (0,4%) e Lituânia (0,3%) registaram excedentes orçamentais em 2016.

Os défices mais baixos foram observados na Estónia (0,3%), na Dinamarca (0,6%), na Irlanda (0,7%) e Croácia (0,9%) e três Estados-membros apresentaram um défice acima dos 3,0% do PIB: Espanha (4,5%), França (3,4%) e Roménia (3,0%).

Em 2016, os valores mais altos da dívida registaram-se na Grécia (180,8%), em Itália (132,0%), em Portugal (130,1%), no Chipre (107,1%) e na Bélgica (105,7%), num total de 16 Estados-membros com um rácio superior a 60% do PIB.

As dívidas públicas mais baixas ao PIB observaram-se na Estónia (9,4%), no Luxemburgo (20,8%), na Bulgária (29,0%), na República Checa (36,8%), na Roménia (37,6%) e na Dinamarca (37,7%).

+ notícias: Economia

Viseu, Algarve e Madeira vão ter novos centros de inovação e tecnologia nos próximos meses

Viseu, Algarve e Madeira vão ter novos centros de inovação e tecnologia nos próximos meses. A novidade foi dada a conhecer no 2º aniversário da Altice Labs.

Sindicatos dizem que manifestação contra CTT conta com 2.000 pessoas, polícia aponta 1.500

Os sindicatos afetos aos CTT afirmam que estão cerca de 2.000 pessoas na manifestação contra a atual situação dos Correios, enquanto a polícia aponta para 1.500, disseram à Lusa os responsáveis no local.

Atualizado 24-02-2018 12:03

CTT afirmam que adesão à greve é de 16% e sem impacto no serviço aos clientes

Os CTT afirmaram esta sexta-feira que a adesão à greve é "de 16%" e que a rede de atendimento "mantém-se em funcionamento a 100%, com todas as cerca de 2.300 lojas" e postos "abertos de norte a sul do país e ilhas".

Atualizado 24-02-2018 12:05

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.