Jornal das 13 Jornal Diário Último Jornal

Câmara do Porto integra comissão nacional de candidatura à Agência do Medicamento

Câmara do Porto integra comissão nacional de candidatura à Agência do Medicamento
| Política
Porto Canal com Lusa

A Câmara do Porto aceitou integrar a comissão nacional de candidatura de Portugal à Agência Europeia do Medicamento (EMA), nomeando para essa missão Eurico Castro Alves e o vereador Ricardo Valente, foi esta segunda-feira anunciado.

Numa carta enviada pelo presidente da Câmara do Porto a todos os vereadores, a que a Lusa teve hoje acesso, o autarca Rui Moreira afirma ter aceitado “a proposta reformulada” pelo Governo que prevê a integração do Porto na Comissão Nacional, a quem caberá agora preparar a candidatura de Portugal para acolher a EMA (na sigla inglesa).

“Dada a urgência de uma resposta e, sobretudo, da necessidade de encetar de imediato o trabalho de preparação, já que a candidatura terá que estar pronta ainda no decorrer do mês de julho”, Moreira decidiu nomear para essa comissão Eurico Castro Alves, ex-presidente do Infarmed, e o vereador Ricardo Valente, independente que foi eleito pelo PSD e com o pelouro da economia desde o ano passado.

Na carta, o autarca independente afirma que levará esta sua decisão à próxima reunião do executivo “para ratificação política”, adiantando considerar desnecessária a criação de um grupo de trabalho no Porto para preparar um dossiê de candidatura, tal como foi proposto pelos vereadores socialistas e votado por unanimidade, na última reunião camarária.

“Entendo que essa deliberação, aprovada condicionalmente, e em face do que agora me está garantido pelo Governo, fica prejudicada; ou, mais concretamente, deixou de ser necessária, porque o fim que tinha em vista já foi alcançado. Ou seja, o mérito relativo da cidade do Porto, que se pretendia - e bem, sublinhe-se - defender, já está reconhecido”, sustenta o autarca.

Para Moreira, “o que a cidade do Porto conseguiu garantir junto do senhor ministro da Saúde e do senhor primeiro-ministro (…) é bem mais” do que “a produção de um dossiê a entregar ao Governo, promovendo o diálogo, a fim de integrar o Porto na Comissão de Candidatura”, pois “é já a própria inclusão do Porto numa comissão nacional, que assim deixa de ser a comissão da cidade de Lisboa”.

Na carta, o presidente da câmara agradece “o contributo” que “todas as forças políticas e a sociedade civil do Porto deram para que a decisão inicial do Governo pudesse ser revertida”.

Rui Moreira destaca também que a sua pretensão é que “Portugal apresente a melhor candidatura possível” para que a EMA “se localize em Portugal” e adianta que aceitará “como a melhor solução aquela que a comissão nacional venha a definir” e que o Governo “irá apresentar à Comissão Europeia”.

“Creio que nos cabe reconhecimento ao Governo, nas pessoas dos senhores primeiro-ministro e ministro da Saúde, pela abertura agora demonstrada e pela capacidade rara de reverem uma decisão tomada”, sublinha Moreira.

O autarca do Porto aproveita ainda para “tranquilizar” o presidente do Conselho Metropolitano do Porto (CmP), Emídio Sousa, e o presidente da Câmara de Braga, Ricardo Rio, adiantando que “a candidatura do Porto, a ser escolhida, não deixará de olhar ao potencial dos territórios envolventes e adjacentes e procurará congregar todas as possíveis sinergias”.

“Espero que possamos todos, sem demagogia política e aproveitamentos eleitorais que não ajudam o processo nem a imagem dos detentores de cargos políticos, contribuir para, ainda, valorizar a candidatura nacional. Este é um processo que a todos tem envolvido e que está longe do fim. Qualquer tentativa de apropriação do mérito resultará sempre no desperdício do fator fundamental: a nossa convicção, de todos, de que estamos a fazer o melhor pelo Porto” e, ao fazê-lo, “estamos a fazer o melhor por Portugal”, conclui.

Na semana passada, o Governo decidiu reabrir o processo de candidatura de Portugal a acolher a EMA para incluir também a cidade do Porto.

O presidente do CmP revelou no domingo que pretende entregar hoje ao primeiro-ministro um dossiê sobre uma candidatura da Área Metropolitana do Porto (AMP) à EMA, afirmando “desconhecer” o trabalho que a Câmara do Porto possa estar a preparar.

+ notícias: Política

Ministra da Administração Interna apresenta demissão, António Costa aceita

A ministra da Administração Interna, Constança Urbano de Sousa, apresentou o pedido de demissão, que foi aceite pelo primeiro-ministro, anunciou esta quarta-feira o gabinete de António Costa.

Deputado Renato Sampaio é candidato à Concelhia PS/Porto

O deputado socialista Renato Sampaio anunciou esta quarta-feira que é candidato à liderança da Concelhia do PS/Porto, considerando que esta precisa de uma "liderança forte" para "obter uma grande vitória na Câmara dentro de quatro anos".

José Manuel Gonçalves afirma que todos os compromissos apresentados aos reguenses "serão cumpridos"

José Manuel Gonçalves, recém eleito presidente da Câmara Municipal da Régua, que anteriormente foi durante três mandatos vice-presidente do município explica que "o lugar que ocupa agora apenas foi a continuidade de um projeto e nunca foi propriamente um sonho ou ambição pessoal".

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS

Nota Alta

Mazgani - "The Faintest Light"