Jornal das 13 Jornal Diário Último Jornal

Figueira da Foz lança campanha para mostrar diversidade da oferta turística

| País
Porto Canal com Lusa

Figueira da Foz, Coimbra, 17 mai (Lusa) - A Câmara da Figueira da Foz vai lançar uma campanha publicitária a nível nacional, num investimento de 90 mil euros, para mostrar a diversidade da oferta turística do concelho e combater a sazonalidade.

A campanha "A Figueira que já não é só da Foz" pretende, por um lado, "mostrar as oportunidades turísticas que a cidade oferece" e, por outro, combater a sazonalidade que continua a marcar o fluxo turístico do concelho, disse à agência Lusa o chefe de gabinete da presidência da Câmara Municipal, Tiago Castelo Branco.

Segundo este responsável, a campanha será lançada no final do mês a nível nacional, "na televisão, rádio, campanhas de 'outdoor', 'mupis' (mobiliário urbano para informação) e autocarros", assim como nas redes sociais, e vai durar até agosto.

Haverá ainda publicidade nas autoestradas número 1 (A1) e 8 (A8) e no Metro de Lisboa, acrescentou.

A campanha, explanou Tiago Castelo Branco, pretende mostrar que a Figueira não é apenas a praia, mas também é "do 'sunset', dos amigos e da família", que é um espaço com "cultura, turismo de natureza e de prática desportiva".

De acordo com o chefe de gabinete da Câmara da Figueira da Foz, tem-se notado que o concelho "começa a ser procurado para outras que coisas que não a praia, nomeadamente o turismo ecológico e de natureza".

"Há um forte crescimento de turistas que vêm para percursos pedestres, para visitar o Museu do Sal ou para fazer 'birdwatching'", sublinhou.

Antes de lançar a nível nacional, o município já apresentou a campanha aos habitantes do concelho, numa versão em que foram usadas "expressões, palavras, lugares e personagens comuns apenas aos figueirenses", explica a nota de imprensa do município enviada à agência Lusa.

A campanha está inserida num projeto de promoção da Figueira da Foz que vai durar três anos, havendo a possibilidade de, no futuro, passar pelo estrangeiro, focando-se em públicos "muito bem identificados", informou Tiago Castelo Branco.

JYGA // SSS

Lusa/Fim

+ notícias: País

53 mil hectares arderam na região centro

Os cinco grandes incêndios que deflagraram no sábado na região centro do país consumiram quase 53 mil hectares, segundo dados provisórios divulgados hoje à agência Lusa pelo Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF).

Incêndio em Pedrógão Grande destruiu fábricas e deixou mais de 200 no desemprego

O presidente da Câmara de Pedrógão Grande, Valdemar Alves, disse hoje à agência Lusa que o incêndio que deflagrou no sábado também provocou mais de 200 desempregados no concelho.

Cerca de 90% dos administrativos e alguns inspetores do SEF em greve - sindicato

Cerca de 90 por cento dos trabalhadores não policiais do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) e alguns inspetores estão hoje em greve, segundo o primeiro balanço do Sindicato dos Funcionários do SEF (SINSEF).

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

DESCUBRA MAIS