Jornal das 13 Jornal Diário Último Jornal

Metro do Porto regista crescimento de 8% no primeiro trimestre de 2017

Metro do Porto regista crescimento de 8% no primeiro trimestre de 2017
| Norte
Porto Canal com Lusa

O Metro do Porto registou no primeiro trimestre de 2017 um crescimento de 8% no número de clientes, superando, pela primeira vez, os 15 milhões de passageiros entre janeiro e março, revelou hoje à Lusa fonte da empresa.

"O Metro do Porto alcançou em 2017 a melhor marca de sempre no primeiro trimestre de um ano, superando pela primeira vez na sua história a marca dos 15 milhões de clientes entre Janeiro e Março. O primeiro trimestre de 2017 representa um crescimento de 8 por cento face a 2016, com um adicional de 1,1 milhões de validações", descreve a mesma fonte.

A empresa acrescenta que as linhas Amarela (que liga o Porto a Vila Nova de Gaia) e Violeta (de ligação ao Aeroporto) são as que "lideram o ranking do aumento de procura".

"Depois dos 13,8 milhões de passageiros em 2015 e dos 13,9 em 2016, 2017 trouxe ao Metro do Porto o melhor primeiro trimestre de sempre, com 15 milhões de clientes. Trata-se de um aumento de 8% face ao ano anterior, num trimestre em todos os meses tiveram uma variação positiva face ao período homólogo", descreve a Metro do Porto.

Fonte da empresa indica que, "em termos de média de clientes por dia útil nos meses de janeiro, fevereiro e março, foi superado o valor das 200 mil validações/dia".

"Isoladamente, todas as linhas da rede de Metro obtiveram um aumento no número de validações, com especial destaque para o crescimento de 26% na Linha Violeta (E), que serve a Estação do Aeroporto. Foram registadas, nesta linha, mais de 205 mil validações, o que corresponde a cerca de 400 mil clientes no período", descreve fonte da empresa.

Para a Metro do Porto, "o crescimento percentual da Linha Violeta é relevante em termos relativos, uma vez que o serviço de Metro tem vindo a crescer acima do aumento do tráfego aéreo no Aeroporto Internacional do Porto".

Em causa está um crescimento de 26% no Metro do Porto "face a 19% de crescimento de número de passageiros no Aeroporto", descreve fonte da empresa, assinalando o ganho nesta "quota neste mercado fundamentalmente turístico".

A Linha Amarela (D) "teve igualmente um desempenho notável no período em análise", mantendo, em 2017, "o maior registo de validações em toda a rede, mais de 4,5 milhões de clientes, e com a segunda maior progressão relativamente a 2016 (mais 9,8%)".

"A tendência crescente verificou-se nas restantes linhas, que também viram os seus índices de procura reforçados por comparação a 2016. A Linha Azul (A) cresceu 7,8%, seguida das linhas Verde (C) e Laranja (F), ambas com valores muito semelhantes e próximos dos 5,6%".

Na Linha Vermelha (B), que serve Vila do Conde e a Póvoa de Varzim, o valor da procura aumentou aproximadamente 1,7%.

+ notícias: Norte

Autarca de Miranda do Douro alerta para a fraca qualidade da água devido à seca

Em Portugal ainda há água suficiente nas barragens, mas o caudal mínimo do rio Douro não está a ser cumprido porque a nascente espanhola já secou. O alerta é dado pelo autarca de Miranda do Douro. Artur Nunes denunciou a fraca qualidade da água e os graves problemas ambientais.

Despiste de camião provoca o caos na VCI junto ao Freixo

Um despiste de um camião está a provocar o caos no trânsito na VCI no Porto, sentido Freixo-Arrábida, ao fina da tarde desta quinta-feira, estando todas as vias cortadas para limpeza do pavimento visto que o depósito do camião começou a derramar para a estrada, dise ao Porto Canal fonte dos Bombeiros Sapadores do Porto.

Resíduos tóxicos de Cachão podem ter fim à vista

Há uma nova esperança para o Complexo Agro Industrial do Cachāo. A empresa gestora do espço que pertence às Câmaras de Vila Flor e Mirandela vai agora formalizar uma candidatura ao Fundo Ambiental que espera ver aprovada ainda este ano. Em causa está a urgente retirada de várias toneladas de resíduos tóxicos resultantes de dois incêndios e que têm levado à revolta da população local.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

DESCUBRA MAIS