Jornal das 13 Jornal Diário Último Jornal

Metro do Porto regista crescimento de 8% no primeiro trimestre de 2017

Metro do Porto regista crescimento de 8% no primeiro trimestre de 2017
| Norte
Porto Canal com Lusa

O Metro do Porto registou no primeiro trimestre de 2017 um crescimento de 8% no número de clientes, superando, pela primeira vez, os 15 milhões de passageiros entre janeiro e março, revelou hoje à Lusa fonte da empresa.

"O Metro do Porto alcançou em 2017 a melhor marca de sempre no primeiro trimestre de um ano, superando pela primeira vez na sua história a marca dos 15 milhões de clientes entre Janeiro e Março. O primeiro trimestre de 2017 representa um crescimento de 8 por cento face a 2016, com um adicional de 1,1 milhões de validações", descreve a mesma fonte.

A empresa acrescenta que as linhas Amarela (que liga o Porto a Vila Nova de Gaia) e Violeta (de ligação ao Aeroporto) são as que "lideram o ranking do aumento de procura".

"Depois dos 13,8 milhões de passageiros em 2015 e dos 13,9 em 2016, 2017 trouxe ao Metro do Porto o melhor primeiro trimestre de sempre, com 15 milhões de clientes. Trata-se de um aumento de 8% face ao ano anterior, num trimestre em todos os meses tiveram uma variação positiva face ao período homólogo", descreve a Metro do Porto.

Fonte da empresa indica que, "em termos de média de clientes por dia útil nos meses de janeiro, fevereiro e março, foi superado o valor das 200 mil validações/dia".

"Isoladamente, todas as linhas da rede de Metro obtiveram um aumento no número de validações, com especial destaque para o crescimento de 26% na Linha Violeta (E), que serve a Estação do Aeroporto. Foram registadas, nesta linha, mais de 205 mil validações, o que corresponde a cerca de 400 mil clientes no período", descreve fonte da empresa.

Para a Metro do Porto, "o crescimento percentual da Linha Violeta é relevante em termos relativos, uma vez que o serviço de Metro tem vindo a crescer acima do aumento do tráfego aéreo no Aeroporto Internacional do Porto".

Em causa está um crescimento de 26% no Metro do Porto "face a 19% de crescimento de número de passageiros no Aeroporto", descreve fonte da empresa, assinalando o ganho nesta "quota neste mercado fundamentalmente turístico".

A Linha Amarela (D) "teve igualmente um desempenho notável no período em análise", mantendo, em 2017, "o maior registo de validações em toda a rede, mais de 4,5 milhões de clientes, e com a segunda maior progressão relativamente a 2016 (mais 9,8%)".

"A tendência crescente verificou-se nas restantes linhas, que também viram os seus índices de procura reforçados por comparação a 2016. A Linha Azul (A) cresceu 7,8%, seguida das linhas Verde (C) e Laranja (F), ambas com valores muito semelhantes e próximos dos 5,6%".

Na Linha Vermelha (B), que serve Vila do Conde e a Póvoa de Varzim, o valor da procura aumentou aproximadamente 1,7%.

+ notícias: Norte

Guardas prisionais protestam em Matosinhos contra as alterações do horário de trabalho

Mais de meia centena de guardas prisionais de várias cadeias do Norte concentraram-se em frente à prisão de Custóias em Matosinhos, em protesto. Contestam a alteração do horário de trabalho que vai entrar em vigor no mês de novembro.

Carlos Pinto: a página do diário de uma manhã em Vigo

Carlos Pinto está preso preventivamente há mais de um ano e meio em Espanha. O português está indiciado pelo crime de tentativa de homicídio, cometido a 2 de maio do ano passado, contra a mulher. Numa carta enviada ao Porto Canal, o empresário confessa que está inocente e conta em exclusivo tudo o que aconteceu naquele quarto de hotel.

"D'après Fibonacci e as coisas lá fora" mostra artistas portugueses em Serralves

O artista plástico, Pedro Cabrita Reis, reuniu 80 obras datadas de períodos específicos do percurso do pintor Jorge Pinheiro, numa mostra patente na Fundação de Serralves, no Porto. "D'après Fibonacci e as coisas lá fora" dá sequência à obra de artistas relevantes portugueses do século XX.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

DESCUBRA MAIS

Nota Alta

"Todos nós estamos desenhados...