Rajoy felicita António Costa pela "designação como primeiro-ministro" de Portugal

| Política
Porto Canal com Lusa

Madrid, 26 nov (Lusa) - O presidente do Governo de Espanha, Mariano Rajoy, felicitou hoje António Costa pela "designação como primeiro-ministro de Portugal" num telegrama no qual apela para a manutenção das "exemplares" relações bilaterais, incluindo no contexto europeu e internacional.

"Senhor primeiro-ministro: Desejo com estas linhas fazer-lhe chegar a minha cordial felicitação pela sua designação à frente do Governo de Portugal, essa querida nação irmã", começa por escrever Mariano Rajoy, num telegrama cujo conteúdo foi divulgado pelo executivo espanhol.

O chefe do Governo espanhol (PP, direita) acrescenta que espera que sob o mandato de António Costa "as exemplares e privilegiadas relações" entre os dois países "mantenham uma intensidade positiva e mutuamente benéfica", tanto "no quadro bilateral como no contexto europeu e internacional", especialmente num momento "tão crucial" para "os dois países, para a Europa e para a Comunidade Internacional".

Rajoy, cujo partido pertence à mesma família política do PSD, felicitou Pedro Passos Coelho pela vitória da coligação Portugal à Frente nas eleições legislativas de 04 de outubro, mas num tom mais familiar, referindo-se a Passos como "querido primeiro-ministro, querido Pedro".

"Querido Primeiro-Ministro, querido Pedro (...) os meus mais sinceros parabéns pela vitória que a coligação governamental conseguiu nas eleições gerais portuguesas", escreveu o presidente do Governo espanhol a 05 de outubro.

Espanha vai a votos para as eleições gerais (o equivalente às legislativas em Portugal) a 20 de dezembro, para as quais as sondagens indicam que o PP de Mariano Rajoy poderá ganhar, mas sem maioria absoluta, abrindo assim caminho a acordos pós-eleitorais da esquerda (PSOE e Podemos), da direita (PP e Ciudadanos) ou, mais improvável, mistos (PSOE e Ciudadanos).

NVI // ZO

Lusa/Fim

+ notícias: Política

Ensino superior terá aumento de 3,7% e tutela retoma fórmula de financiamento

O ensino superior deverá contar com um aumento de 44 milhões de euros no Orçamento do Estado para 2023, mais 3,7% face a 2022, anunciou esta quarta-feira a tutela, adiantando também que vai voltar a aplicar a fórmula de financiamento.

Marcelo promulga decreto de execução orçamental

Marcelo Rebelo de Sousa, Presidente da República, promulgou o documento do Governo que estabelece as regras de execução do Orçamento do Estado para 2022, avança a RTP.

Fenprof critica não ter sido informada de 7.500 juntas médicas a docentes

A Fenprof criticou hoje o Ministério da Educação (ME) por ter omitido a eventual realização de cerca de 7.500 juntas médicas a professores com doenças incapacitantes, que a concretizarem-se transformam o novo regime de mobilidade numa “verdadeira inutilidade”.