Autárquicas: Candidato do PSD/Vila Real aposta no empreendedorismo e apoio social

| Norte
Porto Canal / Agências

Vila Real, 28 mai (Lusa) -- O candidato do PSD à Câmara de Vila Real, António Carvalho, quer tornar o concelho mais atrativo para a instalação de empresas, criação de emprego, dando prioridade às pessoas e ao apoio social.

Diretor do agrupamento de Escolas Morgado de Mateus e presidente da junta de Freguesia de Constantim, António Carvalho, 53 anos, foi o nome escolhido para liderar a candidatura do PSD à Câmara de Vila Real.

O candidato definiu como prioridades para o futuro do concelho a aposta no empreendedorismo, na criação de emprego e no apoio às famílias.

António Carvalho afirmou hoje à agência Lusa que a autarquia pode facilitar a criação de empresas no concelho, diminuindo, por exemplo, as taxas e impostos, e pode ainda apoiar o empreendedorismo, ajudando os empresários na criação da própria empresa.

Mas, para tudo isto funcionar, é preciso que os serviços do município possam dar uma resposta em tempo útil aos empresários.

Por isso mesmo, o candidato defendeu a "definição de prazos" para que, quem quer investir, saiba exatamente em quanto tempo vai ter uma resposta por parte do município.

António Carvalho disse querer um concelho onde "as pessoas estejam em primeiro lugar" e, por isso, realçando o apoio social a quem mais precisa.

Sublinhou ainda a importância de se apostar no que existe de mais genuíno, como o artesanato, com destaque para o barro negro de Bisalhães ou o linho de Agarez, bem como na biodiversidade única que existe neste território.

Mas, acrescentou, Vila Real tem também que aproveitar a sua localização geográfica estratégica para trabalhar em rede com os concelhos limítrofes e a região onde está inserida.

A paragem das obras na Autoestrada do Marão e a suspensão das ligações áreas de Trás-os-Montes para Lisboa são duas das questões que vão estar em destaque nesta campanha.

O social-democrata garantiu que se vai bater pela resolução destes problemas que estão a afetar o concelho e a região.

No entanto, em relação ao serviço aéreo, António Carvalho advertiu que é preciso que este ganhe dimensão, o que implica obras de ampliação do aeródromo para que tenha capacidade para a aterragem de aeronaves maiores.

O atual presidente da Câmara de Vila Real, Manuel Martins, não se pode recandidatar ao cargo devido à lei de limitação de mandatos.

António Carvalho afirmou que se inicia agora um novo ciclo para o concelho.

Questionado sobre se a sua candidatura pode vir a ser afetada pela conjuntura nacional, em que aumentam de tom as críticas ao Governo PSD/CDS, o candidato disse acreditar que, nas eleições autárquicas, "se vota mais nas pessoas do que nos partidos".

"As pessoas vão fazer a escolha em função da candidatura e do candidato e não em função do partido", frisou.

O processo de escolha do cabeça de lista social democrata na capital de distrito foi polémica, já que chegou a ser anunciada o nome do vice-presidente do município, Domingos Madeira Pinto, para liderar a lista.

António Carvalho desvalorizou a situação e salientou que todas as pessoas do partido estão agora "sintonizadas" na sua candidatura.

Na segunda-feira, o PSD abre a sede de candidatura em Vila Real.

PLI

Lusa/Fim

+ notícias: Norte

Casal de idosos encontrado morto em casa em Viseu

Um homem, de 80 anos, e uma mulher, de 77, foram esta segunda-feira encontrados mortos em casa em Mortágua, distrito de Viseu, adiantou à agência Lusa fonte da GNR, acrescentando que a situação envolveu uma arma de fogo.

Guimarães quer criar polo tecnológico no setor espacial 

A cidade de Guimarães vai implementar um plano estratégico para a criação de um ‘Space Hub’, um polo tecnológico que visa a promoção do setor espacial, nomeadamente das tecnologias relacionadas com o ‘Novo Espaço’ (New Space).

A28 reabre nove horas após acidente em Vila do Conde

A Autoestrada A28 reabriu ao trânsito pelas 16h00 no sentido Porto - Viana do Castelo, após ter estado praticamente nove horas cortada devido a um acidente de um camião que transportava automóveis, confirmou fonte oficial da GNR à Lusa.