Projeto de requalificação das Convertidas "devolve" quarteirão à cidade de Braga

| Norte
Porto Canal / Agências

Braga, 21 mai (Lusa) - A requalificação do quarteirão das "Convertidas", em Braga, inclui a construção da Pousada da Juventude, do Centro Euro-Atlântico da Juventude, da Loja Europa e de um museu, partindo de um projeto que "quer devolver" o espaço à cidade.

O projeto, hoje apresentado pela Câmara Municipal de Braga, tem um custo estimado de três milhões de euros e "é para avançar haja, ou não, verbas" do Quadro de Referência Estratégia Nacional (QREN), garantiu o presidente da autarquia, Mesquita Machado.

Com uma área superior a cinco mil metros quadrados, no projeto está ainda incluído um jardim romântico e a restauração de uma capela, que deverá ser cedida à Diocese de Braga, cumprindo uma condição imposta pelo Ministério da Administração Interna para ceder, por 50 anos, as "Convertidas" ao município.

"O mote deste projeto foi a requalificação do Convento das Convertidas. O objetivo passa por devolver aos munícipes um quarteirão com espaços verdes e requalificado", explicou um dos responsáveis pelo projeto, Mário Louro.

O projeto contempla "a construção da Pousada das Juventude, um Museu de Sítio, a Capela, uma biblioteca, espaços culturais polivalentes, o Centro Euro Atlântico de Juventude, a Loja Europa Jovem, um espaço de restauração e um jardim publico", adiantou o vereador do urbanismo, Hugo Pires.

Segundo Pires, "esta ação enquadra-se na prioridade da política de urbanização de dar um novo impulso ao centro histórico criando equipamentos que criem dinâmicas próprias".

Com um custo avaliado de tês milhões de euros, para a requalificação do quarteirão das Convertidas a autarquia pretende recorrer aos fundos comunitários, através do QREN.

"Temos que ter o projeto pronto para este QREN. Diz-me a minha experiência como autarca que no fim destes quadros de apoio sobra sempre dinheiro de projetos que não avançaram e só quem tiver projetos prontos pode usufruir destes dinheiros", explicou Mesquita Machado.

Mas, garantiu, "isto avança haja ou não verbas do QREN" porque, disse, "uma cidade não se projeto só com vista financiamentos europeus e este é um projeto para avançar de qualquer maneira".

Por finalizar está ainda a questão da expropriação dos prédios do quarteirão, aprovada já em reunião do executivo camarário mas remetida à Procuradoria-Geral da República pelo Bloco de Esquerda e pela CDU, por "suspeita" de irregularidades.

Quanto à Casa das Convertidas, o edifício está sob alçada do Ministério da Administração Interna mas, segundo o autarca, "tudo corre para que seja cedido o direito de superfície à Câmara".

Na reunião do executivo camarário de quinta-feira a expropriação referida está de novo na agenda, agora para avaliar o valor apontado pela peritagem aos edifícios para a autarquia adquira os imóveis, cerca de três milhões de euros.

"Devo aqui confessar que fico extremamente feliz que no fim do meu ciclo autárquico deixe uma ideia e um projeto de excelência como este", afirmou Mesquita Machado.

JYCR // JGJ

Lusa/Fim

+ notícias: Norte

Encontrado corpo de desaparecido em Viseu

Uma pessoa que estava desaparecida foi este domingo encontrada sem vida em meio aquático, em Penalva do Castelo, disse à Lusa fonte da GNR de Viseu.

Popular atira objetos e faz gestos obscenos para arruada do PS em Guimarães

A uma semana das eleições legislativas antecipadas, o líder do PS encontra-se em campanha no Norte do país, arrancando o dia em Vila do Conde, com uma arruada em Caxinas, seguida de mais duas ações de rua, em Guimarães e em Vizela, e, ao final do dia, dois comícios, o primeiro será em Braga e o último, em Viana do Castelo.

Murgido, a aldeia ‘vizinha’ de Amarante que sobrevive com cerca de 200 habitantes

A pouco mais de uma hora da cidade do Porto encontra-se a aldeia de Murgido, na freguesia de Candemil, pertencente ao concelho de Amarante. Longe da confusão da cidade, e no alto da Serra do Marão, a aldeia resiste à passagem do tempo com cerca de 200 habitantes, segundo os relatos dos populares.