Antigo presidente de Junta de Freguesia de Gaia condenado por peculato

Antigo presidente de Junta de Freguesia de Gaia condenado por peculato
Facebook
| Norte
Porto Canal / Agências

António Marques Pedrosa, antigo presidente da Junta de Freguesia de Serzedo, em Gaia, no distrito do Porto, foi condenado a três anos e meio de prisão suspensa por abastecer o automóvel pessoal por conta da autarquia.

Numa nota publicada esta terça-feira na sua página na Internet, a Procuradoria-Geral Regional do Porto (PGRP) refere que o arguido foi condenado por um crime de peculato, praticado por titular de cargo político, a três anos e meio de prisão, suspensa na sua execução por igual período.

Para não ir para a cadeia, o ex-autarca, eleito pela coligação PSD/CDS, terá de pagar 500 euros a uma Instituição Particular de Solidariedade Social por cada ano de suspensão.

O arguido, que foi também condenado numa pena de multa de 300 euros, terá ainda de pagar 5.234,20 euros, em consequência do decretamento da perda a favor do Estado da vantagem da atividade criminosa, além do pedido de indemnização civil formulado pela Junta de Freguesia.

O Juízo Local de Gaia considerou provado que o arguido, no desempenho das funções de presidente de uma junta de freguesia do concelho de Vila Nova de Gaia, nos anos de 2012 e 2013 "abasteceu, por diversas vezes, o seu veículo automóvel pessoal com combustível, cujo valor fez creditar na conta-corrente que a junta de freguesia dispunha" em postos de abastecimento de combustível, no valor total de 5.234,20 euros.

A sentença, datada de 1 de julho, deu ainda como provado que o arguido realizou "diversas reparações mecânicas num dos seus veículos automóveis pessoais, cujo valor mandou igualmente creditar na conta-corrente de que a junta de freguesia dispunha na empresa de reparação automóvel, mas que, no entanto, acabou por pagar".

+ notícias: Norte

Chamas consomem apartamento e deixam família desalojada em Matosinhos

Duas pessoas ficaram desalojadas após um incêndio num apartamento em São Mamede de Infesta, Matosinhos, que obrigou ainda à evacuação do prédio, na noite desta terça-feira.

Mulher agredida por marido com martelo e facada no pescoço em Gaia

Uma mulher com cerca de 60 anos foi agredida pelo marido, na manhã desta quarta-feira, com uma facada no pescoço em Vilar de Andorinho, Vila Nova de Gaia. Vítima terá sido ainda agredida com um martelo.

Condutora morre após colidir contra poste de eletricidade em Paredes

Uma mulher com cerca de 70 anos faleceu, na manhã desta quarta-feira, após ter-se despistado contra um poste de eletricidade na freguesia de Vilela, no concelho de Paredes.