Incêndio que obrigou a evacuar passadiços do Paiva dado como controlado quatro horas depois

Incêndio que obrigou a evacuar passadiços do Paiva dado como controlado quatro horas depois
| Norte
Porto Canal/Agências

O incêndio que deflagrou esta terça-feira às 16h30 no concelho de Arouca, distrito de Aveiro, e que obrigou à evacuação dos passadiços do Paiva, foi dado como controlado cerca das 20h00, informou fonte da Proteção Civil.

Em declarações à Lusa, fonte do Comando Sub-regional de Emergência e Proteção Civil da Área Metropolitana do Porto disse que o incêndio, que chegou a ser combatido por dezenas de operacionais com o apoio de oito meios aéreos, entrou às 20h05 na fase de resolução, o que significa que é “uma ocorrência sem perigo de propagação”.

Pelas 20h45, segundo a mesma fonte, permaneciam no local, 97 operacionais de várias corporações de bombeiros dos distritos de Aveiro, Porto e Viseu, auxiliados por 31 viaturas e dois meios aéreos.

O alerta para o incêndio em povoamento florestal na zona de Espiunca, em Arouca, foi dado, cerca das 16h30.

O fogo, que chegou a ter duas frentes ativas, evoluiu com “grande intensidade” e chegou perto da praia fluvial do Vau, situação que “obrigou à evacuação dos passadiços”.

+ notícias: Norte

Tempo vai mudar. Descida de temperatura e chuva de regresso

“Instabilidade meteorológica”. É assim que o Meteored, uma das maiores plataformas de informação meteorológica a nível mundial, define os próximos dias na região Norte, com episódios de chuva e variações de temperatura que vão marcar o arranque da época balnear.

Duas irmãs detidas por suspeitas de introduzirem droga na cadeia de Braga

A Polícia Judiciária (PJ) deteve duas irmãs suspeitas de introduzirem droga no Estabelecimento Prisional de Braga (EPB), durante as visitas aos seus companheiros, anunciou hoje aquela força.

Urgência de pediatria do hospital de Chaves fechada este fim-de-semana

O Ministério da Saúde publicou esta sexta-feira no portal do Serviço Nacional de Saúde o mapa das escalas de urgências até à próxima quinta-feira, que prevê o fecho de vários serviços em Lisboa e Vale do Tejo, Centro e Norte.