Festival Política regressa a Braga com 24 atividades e sob o tema "Intervenção"

Festival Política regressa a Braga com 24 atividades e sob o tema "Intervenção"
DR
| Política
Porto Canal/Agências

“Intervenção” é o tema da edição 2024 do Festival Política, que vai decorrer de 2 a 4 de maio, em Braga, e que contempla 24 atividades, entre cinema, performances, música, humor, exposições e conversas, foi esta terça-feira anunciado.

Em conferência de imprensa, o codiretor do festival Rui Oliveira Marques apontou o documentário “Onde está o Zeca?”, de Tiago Pereira, como um dos destaques do certame.

“É um documentário que reflete sobre o significado da música de intervenção nos dias de hoje e sobre a herança de Zeca Afonso no panorama musical atual”, referiu.

Rui Oliveira Marques destacou ainda o espetáculo de Hugo van der Ding “O que importa é participar”, que percorre, de forma humorada, algumas passagens da História de Portugal.

O concerto “Fado bicha mata o fado, com amor”, por Lila Fadista e João Caçador, e o festival Resistance, com performances de Itália, Países Baixos, Portugal, Eslovénia, República Checa e França, são outros dos destaques do Festival Política.

Em Portugal, o Resistance tem como parceiro associado o Theatro Circo de Braga, e está a ser desenvolvido no contexto da preparação da Capital Portuguesa da Cultura, título que aquela cidade minhota ostentará em 2025.

Na área do cinema, e além de “Onde está o Zeca”, o Festival Política contempla mais cinco produções, entre curtas e longas-metragens, animação e documentários.

Destaque para a exibição de “A sala de professores”, de Ilker Çatak, que recentemente recebeu o prémio LUX Audience Award.

Esta edição de Braga do Festival Política incluirá ainda três exposições, com os temas “História LGBT+ em Portugal”, “Afinal quantas pessoas se abstêm em Portugal?” e “Polarização afetiva: causas e implicações para o sistema democrático”.

O presidente da Câmara de Braga, Ricardo Rio, disse que o Festival Política se assume já como “um marco incontornável” na agenda cultural da cidade.

Rio sublinhou ainda a importância do evento para estimular a participação cívica dos jovens nas questões da cidadania.

O Festival Política é um conceito da Associação Isonomia, que conta com o apoio, enre outros, da Comissão Nacional de Eleições e do Parlamento Europeu.

Depois de Lisboa, no início de abril, e desta edição em Braga, o festival passará por Loulé, em outubro, e Coimbra, em novembro, estando prevista uma edição em Luanda.

+ notícias: Política

Eleições Madeira. PSD vence com 36,13% e 19 deputados

O PSD venceu este domingo as eleições regionais na Madeira, com 36,13% dos votos e 19 mandatos, mas sem maioria absoluta, segundo os resultados finais provisórios.

PSD: Montenegro eleito novo presidente com 73% dos votos

O social-democrata Luís Montenegro foi hoje eleito 19.º presidente do PSD com 73% dos votos, vencendo as eleições diretas a Jorge Moreira de Silva, que alcançou apenas 27%, segundo os resultados provisórios anunciados pelo partido.

Governo e PS reúnem-se em breve sobre medidas de crescimento económico

Lisboa, 06 mai (Lusa) - O porta-voz do PS afirmou hoje que haverá em breve uma reunião com o Governo sobre medidas para o crescimento, mas frisou desde já que os socialistas votarão contra o novo "imposto sobre os pensionistas".