Mais de mil terrenos em Viana do Castelo vão ser expropriados para acesso ao Vale do Neiva

Mais de mil terrenos em Viana do Castelo vão ser expropriados para acesso ao Vale do Neiva
| Norte
Porto Canal / Agências

A Câmara de Viana do Castelo vai expropriar, por mais de 3,5 milhões de euros, mais de mil parcelas de terrenos para construir o acesso rodoviário da zona industrial do vale do Neiva ao nó da Autoestrada 28 (A28).

O executivo municipal aprovou esta terça-feira, com o voto contra do CDS-PP e a abstenção da CDU, propor à Assembleia Municipal que se realiza no dia 30 a declaração de utilidade pública da expropriação de 15.580 metros quadrados de solo integrado em Reserva Ecológica Nacional (REN), para construir o acesso rodoviário até dezembro de 2025, num investimento superior a 9,3 milhões de euros.

“De acordo com o parecer da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N), o projeto é compatível com o Plano Diretor Municipal (PDM) de Viana do Castelo e, face à sua natureza, não existe alternativa de localização que não afete solos integrados na REN”, refere a proposta aprovada pela maioria socialista e pelo vereador do PSD e pelo independente Eduardo Teixeira.

Segundo o documento, a previsão de encargos para suportar as expropriações dos terrenos, localizados nas freguesias de Barroselas e Carvoeiro, é de 3.533.260.683 euros.

No final da reunião camarária, em declarações aos jornalistas, o presidente da Câmara, Luís Nobre, disse que “já foram notificados todos os proprietários das mais de mil parcelas de terrenos” necessários para a empreitada, sublinhando tratar-se do “maior processo de expropriação que o município realizou”.

A construção do novo acesso com 5,2 quilómetros de extensão, previsto no Plano Diretor Municipal (PDM), tem um prazo de execução de 450 dias e é financiado a 100% pelo Plano de Recuperação e Resiliência (PRR).

O novo acesso rodoviário entre o Vale do Neiva e a A28 irá ligar as zonas empresariais/industriais de Carvoeiro, Vila de Barroselas, Vila de Punhe e Vila de Alvarães ao ICI/A28 e EN103/EN13, no nó da zona industrial de Neiva.

A nova via rodoviária vai ainda eliminar pontos negros e a circulação condicionada para veículos pesados no interior da freguesia de Alvarães, melhorando a segurança rodoviária em todo o Vale do Neiva.

+ notícias: Norte

Carros descem escadas e caem ao rio. Aconteceu tudo numa manhã em Cabeceiras de Basto

Foram dois os automóveis que acabaram em sítios “pouco habituais” em Cabeceiras de Basto, na manhã de quarta-feira, escreve a página “Soldados da Paz” na rede social Instagram. A conta de apoio aos bombeiros partilhou imagens de duas ocorrências “sem feridos a registar”.

Imaginarius transforma Santa Maria da Feira com 130 horas de artes de rua até domingo

O centro histórico de Santa Maria da Feira acolhe a partir desta quinta até domingo 130 horas de iniciativas do Imaginarius – Festival Internacional de Teatro de Rua, que, equilibrando formatos tradicionais com novas tecnologias, este ano é dedicado à liberdade.

EN13 cortada em Caminha após colisão entre dois veículos

Uma colisão entre dois veículos ligeiros na freguesia de Moledo e Cristelo, no concelho de Caminha, causou esta quinta-feira seis feridos ligeiros e obrigou ao corte da circulação rodoviária na Estrada Nacional (EN) 13, disse fonte da Proteção Civil.