“O Chega excede-se em alguns comentários”. O que diz a opinião pública sobre o cancelamento do partido

“O Chega excede-se em alguns comentários”. O que diz a opinião pública sobre o cancelamento do partido
Porto Canal
| Norte
Porto Canal

O Facebook restringiu algumas ações da página do partido Chega para os próximo 10 anos, uma ação que foi motivada pelo desrespeito pelos padrões de comunidade, informação confirmada por um comunicado do partido a qual o Porto Canal teve acesso.

De acordo com o que o Porto Canal conseguiu apurar, as opiniões dividem-se, no que diz respeito à atitude da rede social, independentemente das convicções partidárias.

 
 
 
Ver esta publicação no Instagram
 
 
 

Uma publicação partilhada por Porto Canal (@porto.canal)

Se por um lado se julga a ação do partido e se louva o bloqueio da página, como forma de sanção, por outro, a ideia de censura também não agrada.

"A tua conta está restringida durante 3649 dias. A atividade da tua conta desrespeitou os nossos Padrões de Comunidade. Portanto, não podes executar uma ou várias ações habituais". É esta a mensagem que estará a ser exibida aos administradores da página da rede social do partido que é agora a terceira força política da assembleia da república.

O partido liderado por André Ventura não demorou a reagir, afirmando que vai avançar com "a maior ação de sempre em Portugal contra a Meta" e "chamar os responsáveis ao Parlamento".

De acordo com o jornal Observador, a decisão deve-se à publicação recente de uma notícia relacionada com a comunidade cigana. O vídeo, intitulado de “Até quando vamos aceitar esta impunidade?”, conta com uma intervenção de Ventura, no Parlamento, enquanto vão sendo mostradas imagens de um grupo que assume ter agredido e rapado o cabelo a uma mulher de forma a lhe poder retirar duas crianças que se encontravam à sua guarda.

No vídeo que estará na origem deste bloqueio, o líder do Chega fala de uma “impunidade brutal” para com “a comunidade cigana tem em Portugal”, realçando que “só há um partido capaz de dizer a verdade”.

O Observador avança também que a conta de facebook do próprio André Ventura também se encontra com restrições desde dezembro, o que impede o deputado de publicar na sua conta, limitando-se a partilhar conteúdos difundidos pela página do partido, algo que deixará agora de ter oportunidade de fazer.

+ notícias: Norte

Demolição da fachada do antigo Cinema de Ermesinde gera contestação da população

Por questões de segurança, a Câmara de Valongo avançou com a demolição da fachada do antigo Cinema de Ermesinde. A obra, contestada pela população, avançou devido aos problemas estruturais graves na fachada do edifício, que implicava riscos de segurança. No lugar daquele edifício vai nascer a Oficina Municipal das Artes e fonte da autarquia garantiu ao Porto Canal que a fachada histórica do edificado vai ser preservada.

Urgência de Santo Tirso esteve encerrada de noite porque médico de serviço faltou

A urgência básica do hospital de Santo Tirso não funcionou entre as 0h00 e as 8h00 desta terça-feira, porque o médico que deveria estar de serviço faltou, disse fonte da Unidade Local de Saúde do Médio Ave.

Despiste seguido de capotamento faz dois feridos na A7 na Póvoa de Varzim

Duas pessoas sofreram ferimentos, ao início da tarde desta terça-feira, na sequência de um despiste seguido de capotamento na autoestrada A7 na freguesia de Balazar, no concelho da Póvoa de Varzim, apurou o Porto Canal.