Troço do IP4 entre Amarante e Vila Real poderá reabrir entre outubro e dezembro

Troço do IP4 entre Amarante e Vila Real poderá reabrir entre outubro e dezembro
| Norte
Porto Canal/Agências

A Infraestruturas de Portugal (IP) prevê que a intervenção a realizar no Itinerário Principal 4 (IP4) esteja concluída no quarto trimestre deste ano, o que permitirá restabelecer a circulação rodoviária entre Amarante e Vila Real, informou esta quarta-feira.

O trânsito foi cortado no IP4, nos dois sentidos, no troço entre os nós de Ansiães (Amarante) e Campeã (Vila Real), pelas 8h00 do dia 21 de março, depois de terem sido identificados danos estruturais numa passagem hidráulica localizada ao quilómetro 77.

A IP explicou, em resposta a um pedido de informações da agência Lusa, que o incidente teve origem na cedência de uma passagem hidráulica, que provocou o abatimento parcial daquela via.

A empresa acrescentou que a intervenção a executar consistirá na instalação uma nova estrutura.

Atualmente, segundo referiu, está em fase de conclusão o projeto de execução, seguindo-se o procedimento para a contratação da obra, no cumprimento termos definidos no código de contratação pública.

Depois, a IP prevê que a empreitada decorra no período de verão, “assegurando as condições climatéricas mais favoráveis para a execução deste tipo de intervenção”.

“Prevemos que a empreitada esteja concluída no quarto trimestre deste ano, o que permitirá o restabelecimento integral da circulação rodoviária nesta via”, concluiu.

Como percurso alternativo, a IP sugere a utilização da Estrada Nacional 15 (EN15), com traçado paralelo ao troço do IP4 agora interditado à circulação automóvel.

Existe ainda como alternativa o Túnel do Marão, inserido na Autoestrada 4 (A4), uma via sujeita ao pagamento de portagens.

+ notícias: Norte

Carros descem escadas e caem ao rio. Aconteceu tudo numa manhã em Cabeceiras de Basto

Foram dois os automóveis que acabaram em sítios “pouco habituais” em Cabeceiras de Basto, na manhã de quarta-feira, escreve a página “Soldados da Paz” na rede social Instagram. A conta de apoio aos bombeiros partilhou imagens de duas ocorrências “sem feridos a registar”.

Circulação retomada na EN13 em Caminha duas horas após colisão rodoviária

A circulação rodoviária na Estrada Nacional (EN) 13 foi retomada cerca das 13h00, duas horas após uma colisão entre dois veículos ligeiros na freguesia de Moledo e Cristelo, em Caminha, que causou seis feridos ligeiros, revelou a GNR.

Assalto em papelaria em Vila Nova de Famalicão

A Papelaria do Vinhal, na madrugada desta quinta- feira, foi assaltada na zona do Vinhal em Famalicão. Os suspeitos levaram raspadinhas e tabaco.