Pescador desaparecido. Buscas retomadas em Caminha com apoio espanhol

Pescador desaparecido. Buscas retomadas em Caminha com apoio espanhol
| Norte
Porto Canal / Agências

As buscas pelo pescador lúdico de 70 anos desaparecido em Caminha foram retomadas esta quarta-feira, pelas 07h30, e envolvem cerca de 20 operacionais, incluindo uma patrulha na margem espanhola da foz do rio Minho, revelou o capitão do porto.

“Estão envolvidos cerca de 20 operacionais, da Polícia Marítima de Caminha e de Viana do Castelo, da GNR, dos bombeiros e uma patrulha da Armada espanhola na margem espanhola do rio Minho, junto à Foz”, descreveu à Lusa Vieira Pereira, também responsável pela Polícia Marítima de Caminha.

O comandante esclareceu que o apoio espanhol se deve à “eventualidade, que é remota, de o corpo se ter deslocado para Norte”.

As operações de busca vão focar-se esta manhã no concelho de Caminha, entre o Forte do Cão, Vila Praia de Âncora, e o Forte da Ínsua, Moledo, com patrulhas apeadas e “a participação de dois semirrígidos” no mar.

As atenções das autoridades estão centradas na nova baixa-mar, prevista para cerca das 11h00, indicou Vieira Pereira.

Na terça-feira, o responsável indicou que cerca de 30 operacionais participavam nas buscas do homem que praticava “pesca lúdica” a pé e que foi dado como desaparecido na segunda-feira pelas 21:00, por um familiar, dando conta de que “não regressou a casa”.

O “último avistamento” do pescador, na zona costeira entre Vila Praia de Âncora e a praia de Moledo, foi registado pelas 10h00 de segunda-feira, revelou na terça-feira o capitão do porto de Caminha.

O facto de a viatura do pescador ter sido encontrada no percurso entre Vila Praia de Âncora e Moledo, a “cerca de 200 metros da linha de costa”, foi “um dos fatores” que levou as autoridades “a concentrar os esforços de busca” naquela área.

A barra do porto de Caminha estava encerrada à navegação na segunda-feira devido às condições meteorológicas e foi aberta na terça-feira, pelas 15:00, acrescentou.

A Autoridade Marítima Nacional (AMN) revelou na terça-feira estar a efetuar buscas por um pescador lúdico, que se encontra desaparecido “depois de alegadamente ter saído para exercer a atividade da pesca lúdica apeada na zona costeira de Moledo, entre a praia de Moledo e a Capela de Santo Isidoro, no concelho de Caminha”, distrito de Viana do Castelo.

+ notícias: Norte

CCDR-N confiante na conclusão do projeto de alta velocidade Lisboa-Porto-Vigo

O presidente da Comissão de Coordenação Regional e Desenvolvimento (CCDR) do Norte, António Cunha, revelou esta quinta-feira à Lusa estar confiante e moderadamente otimista sobre a conclusão do projeto de ligação ferroviária de alta velocidade Lisboa-Porto-Vigo em 2032.

Carros descem escadas e caem ao rio. Aconteceu tudo numa manhã em Cabeceiras de Basto

Foram dois os automóveis que acabaram em sítios “pouco habituais” em Cabeceiras de Basto, na manhã de quarta-feira, escreve a página “Soldados da Paz” na rede social Instagram. A conta de apoio aos bombeiros partilhou imagens de duas ocorrências “sem feridos a registar”.

Circulação retomada na EN13 em Caminha duas horas após colisão rodoviária

A circulação rodoviária na Estrada Nacional (EN) 13 foi retomada cerca das 13h00, duas horas após uma colisão entre dois veículos ligeiros na freguesia de Moledo e Cristelo, em Caminha, que causou seis feridos ligeiros, revelou a GNR.