Sérgio Conceição: "Foi uma grandíssimo jogo"

Sérgio Conceição: "Foi uma grandíssimo jogo"
| Desporto
Porto Canal

“Os jogadores estão de parabéns”. Assim começou Sérgio Conceição a análise a um “grandíssimo jogo”, que “só vale três pontos, não mais do que isso”. “Satisfeitíssimo”, o treinador quer “encarar cada jogo como se fosse o último”, ver “muita resiliência” e “consistência” nos seus jogadores e “mais momentos destes” até ao final da época. “Hoje vão dizer que o Benfica foi muito mau, mas há que dar mérito aos jogadores, que perceberam o que tinham de explorar”, afirmou por último.

Mérito aos jogadores
“Os jogadores estão de parabéns, interpretaram em pleno o que foi preparado para o jogo. Foi um grandíssimo jogo, sem história, que só vale três pontos, não mais do que isso. Algum dissabor por saber que não há, em termos de qualidade, uma distância assim tão grande e os culpados somos nós. Eles podem e devem fazer mais vezes exibições destas. Uma mentalidade vencedora e de campeão, é isso que tentamos passar diariamente aos jogadores. Ir a Barcelos e dar a mesma importância em todos os parâmetros. Estou feliz, não só pela vitória, mas por ser afirmativa da qualidade do grupo de trabalho. Parabéns aos sócios, adeptos e simpatizantes. Temos de encarar cada jogo como se fosse o último das nossas vidas e incluo os adeptos, porque são muito importantes, neste final do campeonato.”

Resiliência é palavra de ordem
“Estou satisfeitíssimo, posso não demonstrar porque o meu espírito é esse, mas se esta concentração competitiva estivesse presente em todos os jogos não tínhamos esta distância para os da frente. Ainda há alguns jogos pela frente, neste clube fomos ensinados a nunca desistir. Dentro das dificuldades, e elas existem, temos de as superar, tem de haver uma resiliência muito grande em cada um de nós e no final fazemos as contas.”

Grandes momentos nascem no Olival
“Todos os jogos que me deram títulos são os perfeitos. Não é um resultado que nos tem de dar confiança, é o trabalho diário. A confiança advém da seriedade do trabalho diário. Muitas das vezes é difícil incutir em jovens jogadores essa responsabilidade. Nós trabalhamos esse aspeto. Essa consistência tem faltado esta época, mas vamos à procura dela nesta reta final.”

À procura de grandes momentos e do título
“Normalmente o que dizem é isso. É porque o Arsenal foi fraquíssimo, apesar de não perder há não sei quantos jogos, hoje vão dizer que o Benfica foi muito mau. É preciso dar mérito aos jogadores, que perceberam o que tinham de explorar no Benfica e, se virem o jogo em detalhe, o espaço apareceu porque nós provocámos. Tivemos momentos fantásticos, foi um jogo completo, tem de haver mais até ao final do campeonato para irmos atrás do que queremos.”

+ notícias: Desporto

FC Porto: Resultados do fim de semana

Equipas de futebol, andebol, basquetebol, hóquei em patins, voleibol e natação representaram o clube. 

FC Porto: Daymaro Salina renova até 2026

A hegemonia do andebol do FC Porto na última década tem como um dos nomes mais fortes Daymaro Salina. Esteio dos Dragões na defesa e um dos maiores perigos no ataque, fez da Invicta a sua casa e é no conforto do lar que vai prosseguir por mais dois anos, até 2026.

FC Porto: Pepê convocado para a Copa América

Extremo junta-se a Wendell e Evanilson e faz do FC Porto o clube mais representado na lista do Brasil, a par do Real Madrid.