Surrealismo, uma arte centenária em movimento

Surrealismo, uma arte centenária em movimento
Lusa
| Norte
Porto Canal

Este ano, o centro português de Surrealismo celebra o centenário desta corrente artística. Uma arte que faz uma representação do irracional e do subconsciente.

O programa ‘Viver Aqui’ viajou até Vila Nova de Famalicão para conhecer o centro Português de Surrealismo.

Um espaço integrado na Fundação Copertino de Miranda que tem como missão a divulgação da arte moderna e contemporânea.

O centro português de Surrealismo é uma instituição cultural que está ao serviço da comunidade e conta com exposições nacionais de cariz permanente e temporária.

Os interessados que visitarem o espaço podem observar obras dos artistas, Mário Cesariny, Cruzeiro Seixes, Júlio Régio e Fernando Lemos.

É importante realçar que a corrente artística do surrealismo chegou a Portugal na primeira metade da década de 40, no decorrer da segunda guerra mundial.

Com a celebração dos 100 anos desta arte, o centro português de Surrealismo conta com a exposição “Em todas as ruas te encontro” de Mário Cesariny. O objetivo é dar a conhecer o movimento surrealista aos visitantes.

+ notícias: Norte

Incêndios. Autarca de Terras de Bouro pede regresso de helicóptero a Braga

O presidente da Câmara de Terras de Bouro, Manuel Tibo, pediu este sábado o regresso de um helicóptero ligeiro de combate a incêndios a Braga, retirado há um ano, lembrando a "perigosidade máxima" do Parque Nacional da Peneda-Gerês (PNPG).

Homem de cerca de 50 anos morre atropelado em Melgaço

Um homem morreu no sábado atropelado na Estrada Nacional 202, em Alvaredo, Melgaço, disse à agência Lusa fonte do Comando Sub-Regional de Emergência e Proteção Civil do Alto Minho.

Há 400 presépios para ver em Barcelos

Em Barcelos desde o início deste mês que estão em exposição em vários espaços mais de 400 presépios de artesãos do concelho. Uma óptima oportunidade para conhecer mais e melhor do artesanato barcelense.