FC Porto (Hóquei em Patins): "A um passo de reconquistar o mundo"

FC Porto (Hóquei em Patins): "A um passo de reconquistar o mundo"
| Desporto
Porto Canal

Ao ritmo dos trompetes e tambores caraterísticos das canchas argentinas, o FC Porto goleou o Lomas de Rivadavia (10-2) e espera agora o desfecho do encontro da próxima madrugada entre os albicelestes do UVT e o Barcelona para conhecer o adversário na final de segunda-feira (00h00, Porto Canal/FC Porto TV).

Os Reis da Europa entraram a todo o gás na América do Sul e Gonçalo Alves inaugurou o marcador com um remate potente logo ao terceiro minuto (1-0). Aos nove, os da casa beneficiaram de um livre direto inexplicável, já que Ezequiel Mena efetuou um desarme completamente legal, mas fez-se justiça e Lucas Tabarelli falhou.

Ricardo Ares parou o jogo (11m) e as orientações não poderiam ter sido mais precisas, já que os Dragões voltaram ao rinque e ampliaram de imediato a vantagem por Ezequiel Mena (2-0, 11m). A jogar em casa, o camisola sete, num lance individual, travou para se livrar do adversário direto e rematou forte sem dar hipóteses a Andrés Garramuño. No minuto seguinte, serviu Carlo Di Benedetto, que não vacilou na cara do guardião e fez o 3-0. O avançado poderia ter bisado em poucos segundos, mas não conseguiu ultrapassar o guarda-redes num livre direto de que beneficiou.

Confortável em San Juan, Mena voltou a ser protagonista aos 19 minutos. Inverteram-se os papéis, Di Benedetto recuperou atrás da baliza adversária e serviu o argentino, que, de primeira, atirou para o fundo das redes do Lomas (4-0). Hélder Nunes foi o portista que se seguiu a inscrever o nome na lista de marcadores. Aos 21 minutos, marcou o último golo dos da Invicta na primeira parte (5-0), que apenas foi seguido de um remate certeiro de Franco Gomez até ao intervalo (5-1).

Na etapa complementar, foi Edu Lamas quem abriu a contagem (6-1, 33m), mas foi Gonçalo Alves o grande protagonista: o 77 cobrou duas grandes penalidades de forma exímia num espaço de três minutos (35m e 38m) e chegou ao hat-trick na partida (8-1). Aos 43, Rafa, numa jogada individual, assinou o nono golo azul e branco (9-1) e Carlo Di Benedetto, depois de uma tabela com Mena, o décimo (10-1).

Até ao final, Franco Gomez ainda bisou e reduziu o parcial no placar, Ezequiel Mena esteve muito perto do hat-trick em três ocasiões, mas o resultado manteve-se. Uma goleada por 10-2 leva assim o FC Porto ao jogo decisivo da competição. Quando a madrugada de domingo para segunda-feira começar (00h00, Porto Canal/FC Porto TV), o FC Porto vai entrar em campo para defrontar UVT ou Barcelona na final da Taça Intercontinental.

FICHA DE JOGO

FC PORTO-LOMAS DE RIVADAVIA, 10-2
Taça Intercontinental, meia-final
17 de fevereiro de 2024
Pavilhão Aldo Cantoni, em San Juan (Argentina)

Árbitros: Ruben Fernández (Espanha) e Franco Ferrari (Itália)

FC PORTO: Xavier Malián (g.r.), Telmo Pinto, Rafa, Gonçalo Alves e Hélder Nunes
Suplentes: Leonardo Pais (g.r.), Edu Lamas, Ezequiel Mena, Carlo Di Benedetto e Diogo Barata
Treinador: Ricardo Ares

LOMAS DE RIVADAVIA: Andrés Garramuño (g.r.), Martin Illanes, Leandro Rosselot, Lucas Tabarelli e Franco Gomez
Suplentes: Benjamin Tejada (g.r.), Tomas Gaillez, Maximo Gomez, Santigado Serafini e Santiago Diaz
Treinador: Mauricio García

Ao intervalo: 5-1
Marcadores: Gonçalo Alves (3m, 35m e 38m), Ezequiel Mena (11m e 19m), Carlo Di Benedetto (12m e 47m), Hélder Nunes (21m), Franco Gomez (22m e 47m), Edu Lamas (33m) e Rafa (43m)

+ notícias: Desporto

Sérgio Conceição: “Temos que beber da motivação dos adeptos”

Sérgio Conceição projeta a final da Taça de Portugal (domingo, 17h15).

FC Porto: Nação azul e branca está de volta para pintar o Jamor

Fanzone no Estádio Nacional arranca pelas 10h30.

Wendell: “É o jogo mais importante do ano”

Wendell e Evanilson apontaram à conquista da Taça de Portugal na antevisão à final (domingo, 17h15).