Sérgio Conceição: "Houve mérito do Arouca e pouco treinador do FC Porto"

Sérgio Conceição: "Houve mérito do Arouca e pouco treinador do FC Porto"
| Desporto
Porto Canal

Sérgio Conceição assumiu a responsabilidade do resultado na 21.ª jornada da Liga (3-2).

O FC Porto perdeu em Arouca, por 3-2, e está agora a sete pontos da liderança partilhada entre o Benfica e o Sporting, que tem menos um jogo disputado. Sérgio Conceição apontou a “falta de treinador”, a “falta de discernimento” e a “falta de eficácia” como as causas para desaire frente a “uma equipa com boas individualidades que se organizou de forma a dificultar a vida do FC Porto”. “Houve mérito a defender do Arouca e houve pouco mérito do treinador do FC Porto de montar a estratégia adequada para ganhar o jogo”, resumiu o técnico.

Retrato do jogo

“Aconteceu um bocadinho de tudo no jogo. Falta de treinador, falta de discernimento, entrada a sofrer um golo nos primeiros segundos, empatámos, entre esse golo e o penálti tivemos duas ou três ocasiões claras para fazer golo… mas a falta de eficácia é culpa do treinador que não percebe nada disto. No segundo tempo deveríamos ter outro discernimento a finalizar em ataque organizado, permitimos que o Arouca saísse com perigo enquanto estávamos algo desequilibrados. Uma ocasião do Nico, numa segunda bola, era difícil acertar no guarda-redes mas tenho de treinar mais com ele e tenho responsabilidade nisso também. O 3-1 foi um excelente golo, num contra-ataque de uma equipa com boas individualidades que se organizou de forma a dificultar a vida do FC Porto. Tentámos por dentro, por fora, expusemo-nos de uma forma que não é normal e a culpa é minha, as despesas do jogo eram nossas e tínhamos de estar atentos aos ataques rápidos adversários. Houve mérito a defender do Arouca e houve pouco mérito do treinador do FC Porto de montar a estratégia adequada para ganhar o jogo.”

+ notícias: Desporto

FC Porto após noite histórica: "Esmagador. À Porto”

O FC Porto recebeu e bateu na noite deste domingo o Benfica (5-0), em jogo da 24.ª jornada da Liga Portuguesa. Galeno (20’ e 44’), Wendell (55’), Pepê (75’) e Danny Namaso (90’) assinaram os golos dos azuis e brancos. Na manhã seguinte a mais uma noite histórica do Estádio Dragão, os portistas recorreram à newsletter diária para descrever o encontro como “esmagador”, “à Porto.”

"Baile", "massacre" e "bofetada". O que diz a imprensa internacional da goleada do FC Porto ao Benfica?

Os ecos da goleada dos 'azuis e brancos' já chegaram a todos os cantos do mundo desportivo, com a imprensa internacional a dar destaque à vitória dos jogadores comandados por Sérgio Conceição que "humilharam" o Benfica.

No Name Boys investigam alvos de maneira “minuciosa”, diz agente da PSP em julgamento

O agente da PSP, responsável pelas diligências do caso que envolve 13 casuals do Benfica, afirmou em tribunal que os arguidos investigam de forma “minuciosa” os alvos, escreve esta segunda-feira o jornal desportivo “Record”.