Não-integração da Linha de Trás-os-Montes nas redes transeuropeias desagrada região Norte 

Não-integração da Linha de Trás-os-Montes nas redes transeuropeias desagrada região Norte 
| Norte
Porto Canal

A proposta da sociedade civil para o Plano Ferroviário Nacional, que indicava a construção de uma linha de alta velocidade para servir Vila Real e Bragança, seguindo para Zamora está mais distante de conseguir financiamento comunitário, uma vez que não consta no mapa das redes transeuropeias (RTE) aprovado em Bruxelas.

Ainda assim, a linha Aveiro-Salamanca, que já foi chumbada duas vezes pela Comissão Europeia por falta de rentabilidade, está incluída no mapa.

Na ótica do autarca de Vimioso (e também presidente da CIM das Terras de Trás-os-Montes) não faz sentido a não integração da Linha de Trás-os-Montes nas redes transeuropeias dada a sua importância e viabilidade técnica e financeira, uma vez que dará um grande contributo para o desenvolvimento do Norte do país.

Jorge Fidalgo, em declarações ao Público, realça que não é contra a linha de Albergaria a Vilar Formoso e Salamanca, contudo esta não pode inviabilizar a Linha de Trás-os-Montes, “até porque o Governo espanhol ainda não inclui [nas redes transeuropeias] a parte entre a fronteira portuguesa e Salamanca”, remata o autarca.

+ notícias: Norte

Vai nascer laboratório de investigação no antigo Raf Park em Matosinhos

A Câmara de Matosinhos quer construir um laboratório de investigação ambiental e agrícola, no local onde estava situado o antigo Raf Park, em Santa Cruz do Bispo.

Homem de 70 anos morre em despiste de trator agrícola em Viseu

Um idoso com cerca de 70 anos morreu esta terça-feira na sequência do despiste de um trator agrícola em Pindo, no concelho de Penalva do Castelo, disse à agência Lusa fonte do Comando Sub-regional de Viseu Dão Lafões.

Primeiro comboio a hidrogénio em Portugal conclui fase de testes com sucesso

O novo comboio a hidrogénio H2 concluiu com sucesso os testes em Portugal, tornando-se no primeiro comboio a hidrogénio a circular em território Nacional, avança a Infraestruturas de Portugal (IP) através das redes sociais.