Jogos do Benfica, mariscadas e até Netflix. Autarca de Pinhel acusado de usar carro e cartão de crédito da Câmara indevidamente 

Jogos do Benfica, mariscadas e até Netflix. Autarca de Pinhel acusado de usar carro e cartão de crédito da Câmara indevidamente 
| Norte
Porto Canal

O Ministério Público (MP) da Guarda acusou o presidente da Câmara de Pinhel de 31 crimes de peculato. 

Algumas das infrações imputadas a Rui Ventura prendem-se com a utilização do BMW da autarquia para deslocações pessoais, entre as quais jogos do Benfica ou até reuniões do PSD.

O autarca terá ainda, entre 2018 e 2020, usado o cartão de crédito da Câmara em benefício próprio para pagar refeições, hotéis, eletrodomésticos e até cerca de dois anos de mensalidades da Netflix.

O caso encontra-se agora em fase de instrução. Em caso de condenação, o sucedido poderá resultar na perda de mandato de Rui Ventura, a quem o Ministério Público exige 45 270 euros.

“Não obstante o arguido estar ciente de que só poderia usar a referida viatura quando estivesse ao serviço da autarquia de Pinhel, utilizou a mesma em inúmeras ocasiões para satisfação de interesses exclusivamente pessoais”, sublinha o MP sobre o uso indevido do BMW 530 iperformance da autarquia. 

A mesma viatura terá sido utilizada em inúmeras ocasiões para satisfação de interesses exclusivamente pessoais, nomeadamente para jogos do Benfica. A 22 de janeiro de 2019, o autarca assistiu a um Benfica-Porto, para a Taça da Liga, e, em 21 de fevereiro do mesmo ano, deslocou-se a Lisboa para assistir ao Benfica-Galatasaray referente à Liga dos Campeões.

Entre os gastos contabilizam-se ainda estadias na Quinta da Marinha, em Cascais, no Duna Parque, em Odemira, ou ainda no Altis, Tivoli e D. Pedro e ainda no Sheraton Hotel de Lisboa e diversas compras pessoais em lojas de aparelhos eletrónicos, restaurantes, entre outros. 

+ notícias: Norte

“Fui ao mar buscar água para lavar a louça”. 14 pessoas vivem sem água e luz no parque de campismo de Cortegaça

Sem acesso a água potável e eletricidade. É assim que 14 pessoas ainda vivem no parque de campismo de Cortegaça, no concelho de Ovar. Dívidas contraídas pela anterior gestão da infraestrutura estão na origem de um problema cuja solução, mais de meio ano depois, poderá chegar já no final do mês de abril.

Homem desaparecido há mais de um mês encontrado morto em habitação devoluta em Braga

Um cadáver foi encontrado, na tarde desta quinta-feira, no interior de uma habitação devoluta na Rua Cidade do Porto, em Braga. 

Vítima encarcerada após despiste na A28

O despiste de um veículo ligeiro, na A28, na saída de Outeiro, em Viana do Castelo, deixou na tarde desta quinta-feira, uma mulher de 45 anos encarcerada.