Bloco de partos do Hospital de Santa Maria da Feira requalificada com apoio das autarquias

Bloco de partos do Hospital de Santa Maria da Feira requalificada com apoio das autarquias
Foto: SNS
| Norte
Porto Canal / Agências

A requalificação técnica do bloco de partos do Hospital São Sebastião, em Santa Maria da Feira, foi comparticipada em 35.100 euros pelas autarquias servidas por essa unidade, o que a respetiva administração classificou como “raro” a nível nacional.

Segundo o Centro Hospitalar do Entre Douro e Vouga (CHEDV), que tem sede no São Sebastião, a medida enquadra-se no Programa de Incentivo Financeiro à Qualificação dos Blocos de Parto do Serviço Nacional de Saúde e visa melhorar as condições da prestação de cuidados a parturientes e recém-nascidos da população servida pelo hospital – que envolve cerca de 350.000 utentes do norte do distrito de Aveiro e sul da Área Metropolitana do Porto.

A candidatura do CHEDV à aquisição e substituição de equipamentos foi contemplada com 302.000 euros pelo Ministério da Saúde, mas o programa previa que outros contributos pudessem ser captados para financiamento da intervenção e é nesse âmbito que se enquadram os apoios dos cinco municípios que têm o São Sebastião como hospital de referência: Feira, Arouca, Oliveira de Azeméis, São João da Madeira e Vale de Cambra.

“Lançámos o desafio às câmaras municipais da nossa região e elas, de forma imediata, aceitaram colaborar connosco, algo que, no âmbito deste programa de requalificação dos blocos de partos, muito raramente aconteceu a nível nacional”, declara à agência Lusa o presidente do Conselho de Administração do CHEDV, Miguel Paiva.

A Câmara de Oliveira de Azeméis, por exemplo, deu ao hospital 5.000 euros para a aquisição e substituição dos referidos meios técnicos, com o que o presidente dessa autarquia, Joaquim Jorge Ferreira, quis demonstrar “o compromisso da câmara municipal em promover e salvaguardar os interesses da população, designadamente no domínio da saúde”.

Das restantes autarquias que têm o São Sebastião como hospital de referência, também Arouca, São João da Madeira e Vale de Cambra contribuíram individualmente com 5.000 euros para os novos equipamentos dos blocos de partos, enquanto a Câmara da Feira financiou a intervenção com 15.100 euros.

Miguel Paiva diz que esses apoios foram canalizados para “uma incubadora com ventilador, um ecógrafo, camas de parto e diverso material materno-fetal”, o que permitirá atualizar o parque de equipamentos disponíveis e substituir alguns recursos que “já estavam ao serviço há muitos anos”.

O administrador do São Sebastião realça que são “muito significativas” as necessidades de investimento em equipamento por parte de uma unidade “com a complexidade e dimensão" do CHEDV.

“Para além de ser necessário assegurar a substituição de equipamentos avariados ou obsoletos, é importante que haja capacidade de irmos adquirindo material que acompanhe a evolução tecnológica, assegurando desta forma o acesso dos nossos doentes às melhores condições de tratamento e garantindo que os nossos profissionais dispõem dos meios necessários para desempenhar as suas funções”, explica.

Nesse esforço financeiro, “todos os apoios são bem-vindos” e Miguel Paiva aponta outro formato de cooperação que tem sido assíduo no CHEDV: “O dos mecenas, que, felizmente, também têm contribuído de forma generosa para esta instituição”.

+ notícias: Norte

Deslizamento de terras em Castelo de Paiva corta EN222

Um deslizamento de terras ocorrido na localidade de Fornos, em Castelo de Paiva (distrito de Aveiro) obrigou este domimgo ao corte da Estrada Nacional 222 (EN222), colocando ainda uma habitação em risco, disse fonte da Proteção Civil à Lusa.

Raro fenómeno lunar 'pinta' céus de Vila Real

Um fenómeno raro denominado arco íris lunar foi registado este domingo, em Vila Real.

Colisão entre duas viaturas ligeiras deixa uma pessoa encarcerada em Famalicão

Uma colisão entre dois veículos ligeiros de passageiros em Vila Nova de Famalicão, fez, este domingo, três feridos, um deles encarcerado, confirmou o Comando Sub-Regional do Ave, em Fafe.