Braga amplia investimento no apoio à habitação para 130 milhões de euros e aumenta famílias apoiadas

Braga amplia investimento no apoio à habitação para 130 milhões de euros e aumenta famílias apoiadas
| Norte
Porto Canal

O Município de Braga vai proceder à actualização da sua Estratégia Local de Habitação (ELH), aumentando o investimento previsto para os 130 milhões de euros (valor situava-se nos 123 milhões de euros).

Como explicou João Rodrigues, vereador do Município de Braga, esta proposta de actualização, que será analisada na próxima reunião do executivo Municipal, que se realiza na Segunda-feira, prevê o aumento do número de famílias e de pessoas que integram a ELH, respectivamente, em mais 3% (+ 39 famílias) e 2,5% (+ 89 pessoas).

“Este aumento resulta da inclusão de novas acções por parte do Município de Braga, bem como da integração de novos promotores que só neste momento foi possível identificar e estruturar as respectivas intervenções. Actualizamos ainda os custos de algumas das acções e a programação dos investimentos previstos, adequando o quadro das soluções propostas ao calendário de execução do PRR”, referiu.

Intervenção prevista no Sítio dos Galos

Relativamente às acções que têm como promotor o Município de Braga no âmbito da ELH, o número de famílias abrangidas passa de 133 para 141 (a que corresponde um aumento de 211 para 234 pessoas abrangidas), de modo a poder incluir duas novas acções relativas ao Sítio dos Galos.

“Essas acções passam pela reabilitação de edifícios degradados em representação dos proprietários, num total de 15 fracções habitacionais; e pela aquisição e reabilitação de 4 habitações degradadas, num investimento superior a 2,3 milhões de euros até 2026. Trata-se de uma zona da cidade onde actualmente residem famílias em condições indignas de insalubridade, insegurança e precariedade, encontrando-se também casas devolutas. Queremos com estes investimentos revitalizar e preservar aquela que é uma zona emblemática da cidade e com importância histórica até a nível nacional”, sublinhou João Rodrigues.

As restantes 21 novas famílias (a que correspondem 34 pessoas) a integrar agora na ELH resultam da inclusão de novos promotores: Cáritas Arquidiocesana de Braga (7 famílias), Junta de Freguesia de Espinho (11 famílias) e União de Freguesias de Nogueira, Fraião e Lamaçães (3 famílias).

Já a ECG – Cooperativa Cultural CRL passa a incluir um total de 48 famílias e 156 pessoas (mais 10 famílias e 32 pessoas face à última revisão, na condição de precariedade). Esta alteração resulta do facto de os terrenos onde serão construídas as habitações permitirem acomodar mais 10 famílias já identificas pela Cooperativa.

+ notícias: Norte

Queda de árvore de grandes dimensões condiciona trânsito em avenida de Fafe

A queda de uma árvore de grande porte condicionou o trânsito na manhã deste sábado na Avenida de São Clemente, em Fafe, confirmou ao Porto Canal fonte do Comando Sub-Regional do Ave.

Tribunal de Viseu condena 12 dos 17 homens envolvidos em burla de automóveis de gama alta

O Tribunal de Viseu condenou esta sexta-feira 12 dos 17 homens envolvidos num esquema de burla relacionado com a compra de automóveis de gama alta, cinco dos quais ficaram em prisão efetiva.

Chamas consomem veículo na A3 em Ponte de Lima e perturbam o trânsito

Um incêndio deflagrou esta sexta-feira no interior de um veículo na A3 em Ponte de Lima, no distrito de Viana do Castelo. Não houve feridos a registar mas houve fortes perturbações de trânsito.