Ruas cortadas na Póvoa de Varzim devido ao mau tempo

Ruas cortadas na Póvoa de Varzim devido ao mau tempo
| Norte
Porto Canal/Agências

Várias ruas da Póvoa de Varzim, no distrito do Porto, tiveram esta quinta-feira de ser encerradas ao trânsito devido a inundações provocadas pela forte chuva que se fez sentir esta manhã, confirmou à Lusa o comandante dos bombeiros voluntário da Póvoa de Varzim.

Joaquim Moreira informou, ainda, que, além do corte das ruas, a corporação registou mais de 40 pedidos de auxílio, referentes a inundações em edifícios e garagens, garantindo que as intervenções dos bombeiros ainda decorrem no terreno.

Na parte norte da rua Gomes de Amorim a circulação de trânsito continua cortada, enquanto na rua 31 de janeiro e numa secção da estrada nacional 13, na direção Póvoa de Varzim-Vila do Conde os trabalhos de normalização prosseguem.

Também no centro da cidade, na Praça do Almada, junto ao edifício da Câmara Municipal registaram-se várias alagamentos, embora estes já resolvidos.

Além das ocorrências na cidade, que causaram apenas danos materiais, também nas freguesias, na parte do concelho, houve registo de inundações em campos agrícolas que terão consequências nas culturas.

Manuel Silva, presidente da associação horticultores Horpozim, confirmou à Lusa que “vários campos ficaram alagados com o anormal volume de precipitação”, antecipando danos nas culturas.

“Muitas destas culturas tinham sido feitas há pouco tempo e ficaram submersas, o que certamente causará danos nas plantas. Ainda teremos de avaliar os estragos nos próximos dias, mas é provável que alguns dos legumes que são utilizados nos pratos de Natal possam ficar mais caros para os consumidores devido ao sucedido”, partilhou o dirigente.

+ notícias: Norte

Popular atira objetos e faz gestos obscenos para arruada do PS em Guimarães

A uma semana das eleições legislativas antecipadas, o líder do PS encontra-se em campanha no Norte do país, arrancando o dia em Vila do Conde, com uma arruada em Caxinas, seguida de mais duas ações de rua, em Guimarães e em Vizela, e, ao final do dia, dois comícios, o primeiro será em Braga e o último, em Viana do Castelo.

Portugal regressa ao espaço. Satélite construído em Matosinhos é lançado esta segunda-feira

O "Aeros", um nanossatélite de 4,5 quilos, seguirá a bordo de um foguetão Falcon 9, que descolará da base da empresa SpaceX de Vandenberg às 21:18 (hora de Lisboa), de acordo com a Thales Edisoft Portugal, líder do consórcio nacional que projetou, construiu e operará o engenho, e que agrega várias empresas e instituições académicas.

Norte com o maior número de ocorrências devido ao mau tempo

A Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) contabilizou 33 ocorrências durante a noite passada devido ao mau tempo, sobretudo na região Norte e relacionadas com limpezas de via, sem registo de feridos.