Rafael Nadal regressa em janeiro depois de mais um calvário de lesões

Rafael Nadal regressa em janeiro depois de mais um calvário de lesões
| Desporto
Porto Canal / Agências

O tenista espanhol Rafael Nadal vai regressar à competição no torneio de Brisbane, Austrália, no início de janeiro de 2024, após quase um ano de ausência, devido a problemas físicos, anunciou esta sexta-feira o antigo número um mundial.

Nadal, de 37 anos, não joga desde que foi eliminado na segunda ronda do Open da Austrália, em meados de janeiro, regressando agora à competição num dos torneios de preparação para o primeiro Grand Slam da temporada.

 

"Olá a todos, depois de um ano fora da competição, chegou o momento de regressar. Será em Brisbane e será na primeira semana de janeiro. Vemo-nos lá", disse, numa mensagem publicada nas redes sociais.

Em 2 junho, a poucos dias de completar 37 anos, Nadal foi operado em Barcelona à perna esquerda, para debelar a lesão que o afetava desde o Open da Austrália.
Essa lesão obrigou-o a falhar os três últimos torneios do Grand Slam da temporada, entre os quais Roland Garros, em Paris, onde venceu 14 dos seus 22 títulos em 'majors'.

 

+ notícias: Desporto

"A chama de Viena estará para sempre acesa". Artur Jorge homenageado no Gil Vicente - FC Porto

Artur Jorge, antigo selecionador português e treinador campeão europeu pelo FC Porto partiu esta quinta-feira, aos 78 anos, deixando o universo ‘azul e branco’ órfão de uma lenda. A notícia do adeus do ícone dos 'Dragões' abalou o universo futebolístico, originando várias homenagens pela Europa do futebol.

"Nunca te esqueceremos". Artur Jorge relembrado no PSG - Rennes 

O Paris Saint-Germain empatou  a uma bola, este domingo, no Parque dos Príncipes, diante do Rennes. O encontro ficou marcado pela homenagem a Artur Jorge, antigo selecionador português e treinador campeão europeu pelo FC Porto que partiu esta quinta-feira, aos 78 anos, deixando o universo ‘azul e branco’ órfão de uma lenda.

FC Porto: Desperdício e descompensação. Crónica de jogo

FC Porto podia ter saído de Barcelos com uma goleada e sofreu o empate nos descontos (1-1).