Corticeira Amorim investe 20 milhões e abre duas fábricas em Santa Maria da Feira

Corticeira Amorim investe 20 milhões e abre duas fábricas em Santa Maria da Feira
| Norte
Porto Canal

A Corticeira Amorim inaugurou duas novas fábricas na freguesia de Mozelos, Santa Maria da Feira, no passado dia 4 de outubro. O investimento foi estimado em 20 milhões de euros por fonte ouvida pelo jornal especializado Negócios.

O maior grupo do mundo na área da transformação de cortiça tem agora 32 fábricas, 20 delas em território português. As duas mais recentes unidades industriais da Amorim chamam-se Biocape e Elfverson, esta última dedicada à produção de cápsulas de madeira para rolhas.

Segundo a corticeira, citada pelo Negócios, as instalações estendem-se “por um total de 55 mil metros quadrados” e “traduzem um significativo investimento na expansão do perímetro produtivo e possibilitando a verticalização da preparação da madeira”, e integra inteligência artificial e robótica nas fábricas.

Em pleno funcionamento, as unidades vão contar com 75 funcionários.

A fábrica Elfverson é uma “joint-venture”, isto é, uma empresa conjunta entre a Amorim e a J. C. Ribeiro, companhia na área das rolhas de cortiça.

+ notícias: Norte

Tempo vai mudar. Descida de temperatura e chuva de regresso

“Instabilidade meteorológica”. É assim que o Meteored, uma das maiores plataformas de informação meteorológica a nível mundial, define os próximos dias na região Norte, com episódios de chuva e variações de temperatura que vão marcar o arranque da época balnear.

Duas irmãs detidas por suspeitas de introduzirem droga na cadeia de Braga

A Polícia Judiciária (PJ) deteve duas irmãs suspeitas de introduzirem droga no Estabelecimento Prisional de Braga (EPB), durante as visitas aos seus companheiros, anunciou hoje aquela força.

Urgência de pediatria do hospital de Chaves fechada este fim-de-semana

O Ministério da Saúde publicou esta sexta-feira no portal do Serviço Nacional de Saúde o mapa das escalas de urgências até à próxima quinta-feira, que prevê o fecho de vários serviços em Lisboa e Vale do Tejo, Centro e Norte.