Câmara de Matosinhos diz que mãe e filho que vivem numa tenda na praia de Matosinhos recusaram alojamento 

Câmara de Matosinhos diz que mãe e filho que vivem numa tenda na praia de Matosinhos recusaram alojamento 
Ricardo JR
| Norte
Porto Canal

A Câmara de Matosinhos disse, esta quarta-feira, que mãe e filho que vivem numa tenda na praia de Matosinhos há quatro meses, recusaram alojamento temporário num centro de acolhimento local. 

De acordo com a autarquia, a família tem sido "acompanhada desde setembro pelos serviços da ADEIMA - Associação para o Desenvolvimento Integrado de Matosinhos e, desde essa altura, recebe apoio alimentar e de higiene no Lar de Sant'Ana".

Em comunicado partilhado no Facebook, a Câmara confirmou que mãe e filho "efetuaram um pedido de habitação à Matosinhos Habit, mas não cumprem os requisitos necessários à atribuição de uma casa municipal, uma vez que não são residentes no concelho".

Acrescenta que "em Matosinhos existem regras para a atribuição de casas municipais e uma lista de espera que ultrapassa os 1000 pedidos, sendo que muitos também se encontram em situações precárias e urgentes" e que "a família em questão efetuou um pedido também à GaiUrb, empresa municipal de Habitação de Vila Nova de Gaia - e está a ser acompanhada pelos serviços da Segurança Social de Gaia, sendo que não compareceram à primeira reunião agendada com a técnica responsável pelo seu processo".

+ notícias: Norte

Escolhem o Porto para trabalhar. Há quatro mil nómadas digitais na Invicta

Um computador portátil e bom acesso à internet bastam para que os nómadas digitais se instalem em qualquer parte do mundo. Contudo, a boa reputação da cidade a nível internacional, o bom tempo e o custo de vida acessível têm servido de chamariz para várias pessoas que trabalham remotamente.

Siaco declarada insolvente. Trabalhadores passam a ter direito a fundo de desemprego

A fábrica Siaco, produtora de calçado, em São João da Madeira, que fechou portas esta segunda-feira e deixou mais de uma centena de trabalhadores sem emprego, já foi declarada insolvente pelo Tribunal de Oliveira de Azeméis.

Vila do Conde. Trânsito condicionado na A28 após despiste de agente da GNR

O trânsito encontra-se condicionado na A28, na zona de Modivas, sentido Viana do Castelo - Porto, na sequência de um despiste de um motociclo, cujo condutor era um elemento da Guarda Nacional Republicana (GNR).