Info

António Gil Machado diz que a reabilitação urbana "tem um grande poder de transformação no centro do Porto"

| Norte
Porto Canal

António Gil Machado, da organização da nona edição da semana da Reabilitação Urbana, explicou, em declarações ao Porto Canal, que "nos dias de hoje, a reabilitação urbana tem um grande poder de transformação no centro do Porto". Ainda assim, António Gil Machado realçou que "o foco é encontrar habitação acessível e solução para as famílias poderem viver".

O Vereador do Urbanismo da Câmara Municipal do Porto, Pedro Baganha, explicou que "até há pouco tempo a questão da habitação era tratada exclusivamente através de orçamentos locais". Ainda assim, os empresários do setor da construção civil acreditam que a crise no setor, essencialmente "da subida dos materiais e mão de obra", não afetará a execução do PRR, segundo declarações de Manuel Reis Campos, Presidente da Associação dos Industriais da Construção Civil.

A Câmara Municipal do Porto revelou ainda, ao Porto Canal, que já "sinalizou investimentos superiores a 400 milhões de euros para a habitação".

A nona edição da semana da Reabilitação Urbana, decorre, segundo apurou o Porto Canal, até ao dia 25 de novembro na Alfândega do Porto.

+ notícias: Norte

Explosão de etanol em escola superior de Ponte de Lima faz dois feridos graves

Duas funcionárias de 52 e 53 anos ficaram hoje feridas com gravidade na sequência da explosão de etanol de um equipamento que aquecia refeições, na Escola Superior Agrária (ESA), em Ponte de Lima, disse à Lusa fonte da proteção civil.

Marta Temido diz que "entidades do setor não lucrativo poderão ser envolvidas nos testes"

A ministra da Saúde, Marta Temido, avançou hoje que está a ser estudada a possibilidade de envolver “outras entidades do setor não lucrativo” para que seja possível dar resposta à procura de testes comparticipados de covid-19.

Maquinistas da Metro Porto em greve devido a "impasse de negociações"

Os maquinistas da Metro Porto encontram-se durante esta sexta-feira em greve e, segundo declarações do dirigente do sindicato dos maquinistas, Hélder Silva, ao Porto Canal, disse que esta greve "deve-se ao impasse de negociações com a subconcessionária da Metro Porto" explicando que "já andam em negociações há mais de um ano, mas sem evoluções". Hélder Silva referiu ainda que a greve "está com 100% de adesão" e sem "serviços mínimos".

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.