Info

Fundação de Serralves abre concurso público para ampliação de museu

Fundação de Serralves abre concurso público para ampliação de museu
| Norte
Porto Canal com Lusa

O concurso público para a ampliação do Museu de Arte Contemporânea de Serralves, no Porto, foi publicado hoje em Diário da República, com um valor-base de 8,2 milhões de euros e um prazo de conclusão de 500 dias.

"O contrato tem por objeto a empreitada de construção de um edifício para a expansão do Museu de Arte Contemporânea de Serralves", pode ler-se no documento que estabelece 30 dias a partir de hoje como prazo para para apresentação de propostas.

Há duas semanas, foi aprovado o financiamento comunitário para a ampliação do museu, no valor de quatro milhões de euros.

O projeto, que deverá estar concluído até junho de 2023, terá a assinatura do arquiteto Álvaro Siza Vieira, reforçando a "marca de arquitetura de referência mundial do espaço e da cidade", sublinhou, em comunicado na altura, a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N).

Os objetivos do investimento passam por reforçar a área expositiva do Museu de Serralves, permitindo aumentar e diversificar a oferta museológica e artística existente, dedicar uma ala ao desenvolvimento da coleção da fundação (que inclui parte do arquivo de Álvaro Siza e o acervo de Manoel de Oliveira) e capacitar as funções de reserva, explicou a CCDR-N.

Com a criação deste novo edifício, a Fundação de Serralves espera ver aumentado de "forma significativa" o número anual de visitantes.

O edificado contará com um piso para reservas e dois pisos expositivos com salas interligáveis e ajustáveis, vincou.

"Os benefícios culturais, patrimoniais e artísticos e os impactos turísticos e económicos positivos, à escala regional, estão na base da decisão do financiamento", ressalvou a CCDR-N.

A iniciativa foi reconhecida como de "utilidade pública", nos termos do despacho conjunto emitido pela ministra da Cultura e pelo secretário de Estado da Conservação da Natureza, das Florestas e do Ordenamento do Território, a 28 de abril de 2021.

No entanto, os governantes determinaram "condicionar o abate das azinheiras na área do empreendimento identificado ao licenciamento da obra pela Câmara Municipal do Porto, bem como a aprovação e implementação do projeto de compensação, e respetivo plano de gestão".

O projeto de ampliação do Museu de Serralves e a "destruição das áreas verdes" envolventes motivou o protesto do grupo ecológico de defesa do Lordelo que exige que o projeto de alargamento seja tornado público.

A posição do Núcleo de Defesa do Meio Ambiente de Lordelo do Ouro-Grupo Ecológico (NDMALO-GE) surgiu dias depois de ser conhecido o convite feito à Fundação Serralves para se candidatar a fundos comunitários no valor de 4,25 milhões de euros para ampliar o museu.

+ notícias: Norte

A28 cortada no sentido norte-sul em Vila do Conde para remoção de camião acidentado

O trânsito está cortado no sentido norte-sul da Autoestrada 28 (A28) junto ao 'outlet' de Vila do Conde, desde 10:45 e previsivelmente até cerca das 14:00, para remoção de um camião de lixo acidentado, informou hoje a GNR.

Técnicos de educação lutam contra a contratação precária e o direito à mobilidade no Porto

Cerca de 30 profissionais de educação concentraram-se na manhã desta sexta-feira, em frente à Direção Geral dos Estabelecimentos Escolares, no Porto, para lutarem contra a contratação precária e também pelo direito à mobilidade, ou seja, lutam para que "consigam ficar em escolas próximas do local de residência". 

Ministra da Saúde admite que "o modelo de funcionamento da Psiquiatria do Porto precisa de ser revisto"

A Ministra da Saúde, Marta Temido, disse, em declarações ao Porto Canal, numa visita ao Hospital Conde Ferreira no Porto, que "o modelo de funcionamento da Urgência de Psiquiatria da área metropolitana do Porto precisa de ser revisto". A Ministra acrescentou ainda que "este modelo de funcionamento tem servido a necessidade da população", no entanto já é um modelo com "algum tempo de funcionamento".

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.